- Publicidade -

More

    CNN International e a MultiChoice apresentam 20ª edição dos prémios de Jornalista africano de 2015

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A CNN International e a MultiChoice apresentaram oficialmente esta semana os CNN MultiChoice African Journalist 2015 Awards.

    A competição válida para jornalistas africanos baseados em África e que criem conteúdos dedicados a um público africano vai já na sua 20ª edição.

    Tony Maddox, Vice-presidente Executivo e Administrador da CNN International, disse a propósito: “É com um imenso orgulho que celebramos o 20º aniversário dos CNN MultiChoice African Journalist Awards. Vinte anos a encorajar a excelência no jornalismo em todo o continente tornaram estes prémios os melhores a honrar a profissão de jornalista em África. Assisti em primeira mão o tremendo crescimento em estatuto e prestígio da competição e 2015 promete ser mais um ano de trabalhos notáveis.”

    Tim Jacobs, presidente do conselho de administração da MultiChoice Africa, afirmou igualmente “…continuamos a deslumbrar–nos com o extraordinário talento dos jornalistas do nosso continente e reafirmamos a nossa dedicação a contribuir para o desenvolvimento dos meios de comunicação em África. Estes prémios atingiram um marco notável e são reconhecidos como os mais prestigiados prémios de imprensa do continente; esta celebração decorre em paralelo com o marco dos 20 anos de funcionamento da MultiChoice em muitos países. Contamos com mais um ano de grandes histórias que demonstram excelência jornalística.”

    Greg Beitchman, vice-presidente de Conteúdo e Parcerias, CNN International, declarou: “A CNN fez o compromisso de defender e apoiar o jornalismo através de programas de formação, do programa CNN Journalism Fellowship, de prémios e trabalhando em estreita colaboração com os nossos parceiros em todo o mundo. Este compromisso é ainda mais aparente nos CNN MultiChoice African Journalist Awards. Através da nossa parceria com a MultiChoice, sentimos-nos privilegiados para desempenhar o nosso papel em ajudar os novos talentos em todo o continente, sobretudo numa época em que o jornalismo sobre e para África é agora mais importante do que nunca”.

    O queniano Joseph Mathenge recebeu o grande prémio na cerimónia dos CNN MultiChoice African Journalist 2014 Awards.

    O seu trabalho, ‘Images of Terror’ (Imagens de Terror), publicado no jornal diário impresso queniano The Standard documentou os momentos de terror vividos pelos clientes do Westgate Mall no Quénia, quando o centro comercial foi atacado por homens armados não identificados em Setembro de 2013.

    Foi escolhido de entre candidaturas de 38 países de todo o continente africano.

    Desde os primeiros prémios, em 1995, que a competição tem crecido em tamanho e estatuto, tornando-se o mais prestigiado evento da imprensa africana.

    Em 2014, um programa com os melhores momentos da cerimónia, que decorreu em Dar es Salaam, na Tanzânia, foi transmitido para todo o continente, para além do Reino Unido, E.U.A. e Caraíbas.

    Aberta a jornalistas que trabalhem em qualquer suporte, este ano a competição irá reconhecer a excelência nas seguintes categorias:

    Prémio de Cultura

    Prémio de Dow de Jornalismo de Tecnologia e Inovação

    Prémio de Economia e Negócios

    Prémio de Peças Jornalísticas

    Prémio de Notícias Generalistas Francófonas

    Prémio GE Energia e Infraestrutura

    Prémio de Fotografia Mohamed Amin

    Prémio MSD Saúde e Medicina

    Prémio de Notícias Generalistas em Língua Portuguesa

    Prémio de Liberdade de Imprensa

    Prémio de Reportagem Desportiva

    Prémio de Ambiente do Banco: African Development Bank

    Prémio de Notícias de Impacto de Empresa: The Coca-Cola Company

    Um painel independente de juízes escolherá o vencedor geral de entre os vencedores destas categorias – o CNN MultiChoice African Journalist 2015.

    Os finalistas da competição de 2015 participarão num programa de finalistas que incluirá um fórum multimédia e oportunidades de relacionamento com jornalistas sénior, editores, líderes de negócios e proprietários de cadeias noticiosas de todo o continente, culminando numa cerimónia de gala de entrega de prémios que decorrerá no final deste ano.

    O vencedor do Prémio CNN MultiChoice African Journalist 2015 terá a oportunidade de participar no CNN Journalism Fellowship na sede da CNN em Atlanta.

    Este ano, e tal como no ano passado, a participação dos jornalistas tornou-se mais fácil, sendo as candidaturas apresentadas através de um formulário presente no website www.africa.cnnjournalistaward.com

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Divisão de Luanda dará surgimento a uma região Litoral

    A província de Luanda poderá ser dividida em uma região Litoral, com a excepção de Cacuaco, e uma outra que vai comportar os municípios...

    Angola paga USD 176 milhões da sua dívida com FMI

    Cerca de 176 milhões de dólares norte-americanos é o valor que o Governo angolano já pagou ao Fundo Monetário Internacional (FMI) desde 2021 até...

    Feira da saúde Pumangol apoia gratuitamente população carenciada

    No distrito urbano do Benfica Luanda, 21 de Junho de 2024 – A Pumangol arrancou hoje com a Feira de Saúde Anual, que decorre de...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto