Ilda Henriqueta da Silva , é a primeira Angolana no Brasil a apanhar vacina contra Covid-19. E Desta forma forma o  PLATINALINE entrou em contacto com ILDA , para saber da sua reacção após tomar conhecimento do facto dela ser a primeira angolana a apanhar vacina contra o vírus e se teve alguma reacção anormal.

“Estou muito feliz e esperançosa que chegue a vacina para todo mundo, infelizmente, nessa primeira fase, só as pessoas que estão na linha da frente e idosos poderão apanhar a vacina, mas já é um bom começo, sendo que o vírus já ceifou muitas vidas, mas, claro, não podemos perder a esperança que dias melhores virão para o mundo.” Descreveu ILDA

Ilda saiu de Angola em 2014, para estudar no Brasil, onde formou-se em Recursos Humanos, tendo, depois, feito pôs-graduação em Psicologia Organizacional, e trabalha actualmente no sector da  Saúde, há 4 anos.

Questionada se teve alguma anomalia ou distúrbio após tomar a vacina, Ilda respondeu que não teve nenhum efeito colateral, e motivou o povo angolano a crer em dias melhores. “Não tive nenhum efeito colateral ou problema com a ingestão da vacina, não senti nada de diferente, foi-me dada a primeira dose e voltarei a tomar outra dose em Fevereiro, estou consciente que o resultado de todo o esforço empregue nessa luta será satisfatório, quero impulsionar o povo angolano a crer em dias melhores e levar em conta o trabalho que tem sido feito por todos os profissionais dedicados à uma solução para combater este problema, teremos dias melhores, vamos ter fé e ajudar cada um, de forma correcta, solidária e com responsabilidade”, finalizou.

Por: Leo Bernardo