- Publicidade -

More

    Conheça o perfil da cantora Lisa Viola

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    “Sinto-me verdadeiramente universal. Sou uma mistura de etnias e culturas, e sinto que isso se ouve na minha música. Do reggae à junção do Dancehall com a Pop dos anos 90 com a qual cresci… e, mais recentemente, com as novas batidas africanas, o meu som é bastante eclético.”
    Lisa Viola é uma artista com uma visão clara do seu destino. Acabada de sair de uma tour europeia com Kymani Marley, a cantautora Dancehall/Afro/Pop LISA VIOLA tem-se focado em deixar a sua marca tanto no seus país adoptivo, a Austrália, como no cenário internacional. A beleza inter-racial nascida em Angola rebentou no mundo da música independente com o single de estreia ‘Bounce Wid It’, com o veterano do Dancehall jamaicanoRedfox. Ganhando reconhecimento pela sua colaboração internacional, Lisa Viola tornou-se rapidamente na voz mais fresca do mundo do Dancehall e da rádio.

    “Sou uma mulher com várias vertentes e sinto que o meu sucesso depende do equilíbrio entre todas elas. Quando reconheço esse equilíbrio em alguém é quando me sinto verdadeiramente inspirada. Pessoas que conheço no dia a dia e as histórias que têm para contar. Sou extremamente curiosa e nunca me esquivo a fazer perguntas, e muitas vezes saio duma conversa com a sensação de que tenho uma nova canção para escrever. Sou inspirada por todos os que trabalham arduamente, os que começaram do zero e tornaram o seu sonho em realidade. Inspiram-me histórias de pessoas que ultrapassaram grandes adversidades e situações devastadoras, e canalizo tudo isso para a minha arte. “

    Não sendo estranha no mundo da música e espetáculo, Lisa apareceu no sucesso de bilheteira de Baz Luhrmann’s “O Grande Gatsby”, teve como mentora Kelly Rowland na sua singular African Dance Troupe no programa de televisão Everybody Dance Now, partilhou o palco com inúmeros artistas multipremiados como Ky-Mani Marley, Stan Walker e C&C Music Factory, e abriu os espetáculos de JBoog, Million Stylez e Jose Chameleon.
    Como uma mulher que aceita a sua diversidade de culturas, sons e estilos, Lisa Viola é uma verdadeira Filha da Revolução, continuando a navegar pela sua poderosa e, por vezes, complexa herança familiar, com a força e determinação para ultrapassar qualquer desafio.

    “Como nasci no meio de uma brutal guerra civil em Angola, é justo dizer que a minha história familiar é complexa, e de muitas formas obscura. Perdi o meu pai e três irmãos na guerra. Mas aprendi com a resiliência da minha mãe e outros familiares a continuar independentemente de tudo. A minha mãe sempre quis uma vida melhor para nós, e foi por isso que nos trouxe para a Austrália. Também nos disse sempre para nunca nos esquecermos de onde viemos e para, um dia, fazermos algo que fizesse a diferença, para mostrar aos nossos que fizemos algo de que se podem orgulhar. Vejo isso quando olho para o meu irmão, que tatuou na face o emblema angolano e o mostra com orgulho. Eu tenho o mesmo símbolo, tatuado no meu braço direito. É A razão. Não faço o que faço apenas por mim, mas para e por todas as pessoas que perdemos e que não tiveram as oportunidades que eu tive. O sucesso deve ser partilhado.

    Representar a Austrália e a sua forte linhagem africana é a verdadeira essência da sua arte, e a razão pelo qual continua a inspirar, capacitar e relacionar-se com os seus pares na industria e com os seus fãs de igual forma. Com uma ética profissional e determinação que continuam a ultrapassar fronteiras, Lisa Viola é uma artista sempre na frente da maré evolutiva e com o seu mais recente single com o artista nigeriano B’Cole ‘Crazy Love’ reunindo críticas positivas a nível global, em constante crescimento enquanto artista multifacetada.
    “Sempre tive consciência que o rumo enquanto comunidade global se faz através da educação, aceitação e tolerância. Acredito que estes serão os valores que levarão ao fim das guerras de uma vez por todas, e eu vou continuar a fazer o que posso no seio das comunidades multiculturais como a nossa aqui na Austrália, que lutam para mostrar ao mundo o caminho de mudança enquanto um povo unido.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto