Em entrevista ao programa Showbiz Talk, emitido na Platina FM, o kudurista Dabeleza afirmou que o kuduro teria um outro rumo se os progenitores dos kuduristas tivessem posses.

“O país nunca respeitou quem faz kuduro. Se os kuduristas fossem filhos dos que têm, filhos de pais que são, o estilo kuduro teria um outro rumo, mas nunca vai ter um outro rumo, porque quem vai entrar, quem entrou e quem saiu nunca considerou o kuduro como uma bandeira de Angola”, disse o cantor.