Diogo Andrade destaca que Filho do Zua e Gerilson Insrael podem ser os próximos artistas a atingirem o mercado português

0
71

Por: Hélio Cristóvão

O director da empresa Backroom, uma das mais importantes empresas de agenciamento e management de artistas da actualidade em Portugal, esteve no programa Showbiz Talk, edição desta quarta-feira (8), onde falou sobre a mais recente parceria entre a Backroom e a Clé Entertainment, para o mercado lusófono da música.

Além dos vários cantores angolanos com grande notoriedade em Portugal, como Anselmo Ralph, C4 Pedro, Matias Damásio e outros, Diogo Andrade, que acarreta vasta experiência enquanto manager de artistas, acredita que outros músicos nacionais, sobretudo da nova geração, possam crescer em Portugal.

Durante a conversa, conduzida por Sarchel Necésio e Hélio Cristóvão, Diogo Andrade destaca nomes como Filho do Zua e Gerilson Insrael, como sendo as próximas possíveis estrelas angolanas a se afirmarem em Portugal.

“Esta dinâmica toda que se cria é, efectivamente, de sentir o que é que poderá fazer sentido ir para lá mas não queremos forçar nada…queremos chegar pela música, pelas pessoas, pelos artistas em si, obviamente tem que haver investimento, mas, na cultura Europeia nós temos que, efectivamente, criar raízes, fã basic e fazer tournês muito grandes”.

Além dos dois nomes acima referidos, Diogo destacou, igualmente, Rui Orlando, Edmázia Mayembe e Preto Show.

Questionado sobre quem desses nomes seria o “novo Anselmo” em Portugal, Diogo sublinhou que a nível de imagem, apostaria no Gerilson Insrael. “Para já eu já tive a oportunidade de conhecê-lo e conversar com ele, a nível de identificar, pois ele consegue ter um mind-set da Europa, o Gerilson Insrael”, destacou.

O objectivo deste memorando, segundo contou, visa elevar o intercâmbio entre as culturas dos países lusófonos através da música.

A empresa de entretenimento, Clé Entertainment, adquiriu parte do capital social da BackRoom, uma das mais importantes empresas de agenciamento e management de artistas da actualidade em Portugal, tendo no seu catálogo alguns dos grandes nomes da música moderna portuguesa e africana, como: Wet Bed Gang, Julinho Ksd, Nenny, Ana Malhoa e Charlie Beats.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments