Por: Hélio Cristóvão

Dj Lutonda, um dos mais potentes do mercado nacional, quando do estilo Kuduro se trata, mostrou-se abismalmente entristecido pelo facto de observar elevado número de falsidade e desunião no seu meio artístico, desde djs a promotores de eventos.

O autor do concurso de freestyle de mesa, falou em entrevista ao PLATINALINE sobre o cenário na qual lamentou, bem como um triste episódio “falso” na qual vivenciou com um colega, cujo nome preferiu não revelar.

“Na altura em que reuni mais de cinco mil internautas no meu live, recebi muitas chamadas, fui bastante parabenizado por pessoas que se faziam de amigos, mas quando deixei de fazer os lives e os números de visualizações desceram, essas mesmas pessoas fingiam que nem se quer me conhecem”, desabafou.

Lutonda, relembrou, ainda, um momento caricato quando um colega falou mal de si num grupo do whatsapp, dez minutos depois de o elogiar por chamada telefónica. “Há tempos alguém falou comigo no off e depois de 5 minutos, essa pessoa estava a falar mal de mim num grupo, sem saber que eu também estava naquele grupo.

O também produtor reconheceu que, durante o conturbado período da pandemia, houve uma união entre a classe, porém, descartável, salientando que após a reabertura os eventos, quando “certos djs voltaram a ver dinheiro, começaram a se avacalhar uns com os outros”.

“Sei que o mundo da fama é falso mas eu não consigo ser falso com as pessoas que conversam comigo, acredito muito nas pessoas e por isso, fico decepcionado quando me apercebo que a consideração que têm por mim é de fachada, fico chocado, muito abatido”, continuou.