Por: Hélio Cristóvão

Na última semana, o nome “Eddy Tussa” foi um dos mais comentados nas redes sociais e não só, em causa esteve a coroação do mesmo como “Príncipe do Semba”, pelo Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, no pretérito dia 2 de Maio.

Em meio a tantos falatórios, um detalhe que o deixou entristecido é o facto de ouvir colegas da mesma arte a conspirarem contra o momento histórico que protagonizou. Em entrevista ao programa “Showbiz Talk”, da rádio PLATINA FM, 96.8, Mister Kamundongo lamentou a falta de união, o alto nível de divergência e a falsidade entre os músicos. “O meio artístico angolano é muito hipócrita… acredito que ninguém é amigo de ninguém, são muito falsos.” Disparou.

Entretanto, o Príncipe do Semba, amante da cultura e investigador da música urbana (Semba), disse que a reacção negativa dos próprios colegas da arte não foi novidade nem o afectou directamente, pelo que, se tornou um homem blindado.

“Quem hoje nos chama atenção é o público. Hoje recebo ligações de pessoas que me questionam por que razão o nosso meio é tão falso. Agora estou assim, quando falarem mal de mim, aumentem mais (rs).” Disse, brincando, o artista.