- Publicidade -

More

    Empresária angolana, Carmen Mouro, será a rainha da bateria da Mocidade contra acusações de ter comprado a vaga

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Vídia António

     

    A empresária Carmen Mouro será novamente Rainha de uma escola de Samba no Brasil. Desta vez, a eleita foi “Mocidade Independente de Padre Miguel”, no carnaval do Rio de Janeiro, em 2017, em substituição da prestigiada cantora brasileira Cláudia Leitte.

     

    Carmen Mouro foi anunciada como rainha da bateria na página oficial do instagram da escola e, em Agosto deste ano, a empresária irá ao Rio de Janeiro a fim de cumprir com os compromissos da escola.

     

    “Assumo esse posto com muita alegria e gostaria de agradecer a direcção da escola e, desde já, demonstro o meu respeito a toda comunidade e à velha guarda, pois a minha dedicação será integral para que, em 2017, possamos fazer um grande carnaval. Em breve, estarei no Brasil e já tenho tatuado no meu peito o amor pela Mocidade”, disse a empresária através da assessoria de imprensa da verde e branca.

     
    Entretanto, os fãs e seguidores da agremiação brasileira discordam da escolha, defendendo que deveria ser alguém da comunidade: “Ela não sabe “sambar”; não tem um vídeo nos sambistas da depressão que mostra ela sambando ou melhor tentado sambar. Mais uma bola fora da directoria da escola. Essa angolana não tem a menor identificação com a escola. Está pagando mesmo pelo cargo. Enquanto isso, Mocidade está essa zona toda: Enredo ruim e rainha de bateria nota zero”, diz Mariana Costa, citada pelo site Rede Angola.

     

    “A escola não tem grana, precisa de dinheiro, e o caminho é colocar alguém que tenha grana forte para investir. Ela é empresária em Angola, certo? Portanto, se perguntarem mais uma coisa: Atrás dela tem o marido que também é rico e neste momento a maioria das escolas está sem grandes patrocinadores. A era dos grandes presidentes de honra acabo! É isto aí ou não conseguem colocar escola na avenida”, escreve Lena Ferreira.

     

    Através da sua conta no Instagram, Carmen Moura reagiu aos comentários negativos, tentando acalmar os seguidores da Mocidade, apresentando-se como alguém que quer aprender junto da comunidade do bairro Padre Miguel.

     

    “Normalmente não sou de me pronunciar a qualquer tipo de comentário, mas vejo que todos estão com sete pedras nas mãos com relação ao meu reinado. Não sou brasileira? Não sou, mas carrego no meu sangue parte do sangue brasileiro que saiu daqui da mamãe África”, começa por dizer a empresária.

     

    “Não sei sambar? Não sei sambar igual a uma passista, mas com muito trabalho, dedicação, carinho mútuo e a ajuda de vocês acredito que chego lá ou bem pertinho. Não sou da comunidade desde a minha infância? Não sou, mas para todos nós nessa vida sempre existe uma primeira vez. Acredito piamente que todos que aqui declararam seu descontentamento tiveram as suas primeiras vezes em tudo, Seja no trabalho, na escola, como pais ou mães, como esposas ou esposos, como amigos e amigas, enfim! Inúmeras primeiras vezes em tudo, até como simpatizantes da Mocidade Independente de Padre Miguel todos tiveram a sua primeira vez.”

     

    “Não vim para trazer discórdia nem descontentamento; vim para somar e fazer jus ao meu Pavilhão e à minha comunidade. Vim para ser de vocês, vim para ser da comunidade. Então, me mostrem como devo fazer, me apresentem a nossa comunidade, me ensinem a sambar melhor e eu, dentro da minha humildade, aceito que nesta vida estamos e estaremos sempre a aprender”, continua.

     

    No Carnaval de 2017, a Mocidade vai fazer uma homenagem a Marrocos com o tema “As mil e uma noites de uma Mocidade ‘prá' lá de Marrakech”.

     

    Vale lembrar que neste ano, Carmen Mouro foi a primeira angolana a se tornar rainha da bateria no Carnaval de São Paulo, a desfilar pela Pérola Negra, depois de ter vivido 12 anos no Brasil.

     

    Platina Line /RedeAngola

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Administradora Municipal de Luanda participa da cimeira internacional das cidades geminadas

    De 28 a 31 de maio, a cidade de San António, no estado do Texas, EUA, tornou-se o epicentro do diálogo internacional sobre geminação...

    Administradora Municipal de Luanda Representa Angola na Cimeira Internacional das Cidades Geminadas em San António

    San António, Texas - De 28 a 31 de maio, a cidade de San António, no estado do Texas, EUA, tornou-se o epicentro do...

    Benvindo Magalhães descarta possibilidade de algum dia apresentar Telejornal: “Nunca”

    Por: Sara Rodrigues O apresentador de TV e locutor de rádio Benvindo Magalhães deixou claro em entrevista ao Platinaline que jamais, na história da televisão...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto