Entrevista Exclusiva com Sharam, Maria e Adelia "as Incríveis Negras

0
180

Elas são Modelos, Lindas,  charmosas,  raparigas interessantes, duas delas foram consideradas por importante site de Nova York como as incríveis Negras. Sharam Diniz, Maria Borges e Adélia Cachimano conquistaram espaço nos desfiles internacionais, sobretudo nos mercados português, italiano, inglês e americano.

As três modelos agenciadas pela Step Models revelam que o segredo de tanto sucesso   é o   fruto de muita persistência, tendo em conta as dificuldades encontradas no mercado internacional, particularmente o factor língua além da concorrência. Esmeralda Cavelho conversou com elas no Hotel Alvalade  e juntas bateram um papo de mulher para mulher.

 

 

 

Há quanto tempo começaram  com a carreira das passareles e o que exatamente as  estimulou a ingressarem nesta carreira?

Sharam, aos  14  anos já comecei a ser aliciada ,mas somente aos 17 surgiu o meu interesse pela moda.

Adelia: Eu já tinha uma irmã no mundo da  Moda

Quais as principais barreiras que encontraram  no início de sua carreira? Ainda sente que existem nesta fase?

 

Sharam: A diferença entre os mercados

Adelia: A falta de oportunidades

Maria Borges: Foi difícil pois não havia oportunidades.

 

 

Adelia 

Vossos pais  sempre apoiaram e confiaram no vosso  talento, ou tiveram  que provar  que eram capazes?

Sharam: No principio foi difícil para os meus pais aceitarem isso, a minha mãe foi menos dura mas também não cedeu facilmente e aos poucos foram cedendo mas com a condição que eu nunca abandonaria os estudos pois a formação é  a prioridade.

Maria Borges: Foi difícil para os meus parentes aceitarem mas aos poucos foram cedendo desde que eu não abandonasse os estudos claro

Adelia Cachimano: Para mim  já não foi muito difícil porque os meus pais já estavam habituados porque já tenho uma irmã no mundo da moda como já referi acima, mas sempre com a condição de continuar a estudar.

 

Maria Borges

 

 

Qual foi  vossa   primeira impressão do mundo da moda?

Sharam: A principio fiquei um bocado desiludida porque sempre pensei que a moda fosse simplesmente um mar de rosas, mas depois fui percebendo que era como tudo,   que também exigiria de mim um algum esforço.

Maria Borges: Sempre tive os padrões exigidos e a cada dia vou aperfeiçoando as qualidades exigidas então para mim sempre tive uma boa impressão logo a partida.

Adelia: Como a Maria também achei tudo uma maravilha porque não tive grandes dificuldades por já ter o padrão exigido e por ter sempre a minha irmã com mais experiência ao meu lado então foi sempre perfeito.

 

Como é a vida de modelo

Sharam : em alturas de semanas de moda ,temos uma vida muito agitada podemos ter 10 a 12 Castings por dia  que normalmente são cansativos e quando terminam os fashion Week, trabalhamos em campanhas de publicidades, somos abordados para fazer matérias e capas de revistas e salientar que durante o tempo que  ficamos em stand By devemos sempre estar preparadas e bem cuidadas.

Adelia: Quando estou fora das semanas de moda, normalmente durmo cedo porque se dormir tarde fico com olheiras, pratico desporto para manter o corpo.

Maria : Em semanas de moda é  sempre muito cansativo só para ter uma ideia posso fazer 15 a 19 castings e só ser aprovada para 5 a 8 desfiles.

 

 

 

Sharam 

 

E qual é a parte mais incrível de estar modelando?

Sharam: Ser modelo é representar então o deslumbrante nisso é  no final de tudo reparar  que fizeste bem o teu trabalho, porque as vezes temos que representar características que não tem nada a ver com a nossa personalidade, pessoalmente eu  sou uma pessoa extrovertida e as  vezes surgem momentos   em que tenho de mostrar sensualidade e quando consigo passar bem essa imagem sinto-me feliz.

Adelia : corroboro com A Sharam

Maria : penso da mesma maneira que Sharam

 

O mundo da moda é preconceituoso?

Sharam: Sim

Adelia: Sim

Maria Borges: Sim

Mas vocês  já foram  alvo de algum tipo de preconceito?

Sharam: sim e um dos principais motivos  muitas vezes é   o nosso cabelo que é  curto, e o tom   de pele também em alguns casos.

Maria Borges: Já sim muitas vezes ficamos   para atrás pelo tom de pele como já referiu a Sharam.

Adelia: Sim eu mesma tive um caso pratico em que a cabelereira nunca mais pegava em mim para tratar o cabelo deixava sempre para o ultimo lugar as vezes ainda dizia ,agora sou eu mas ela sempre, espera um pouco no final das contas percebei que o problema era o meu cabelo ser curto, ou no caso estar a usar extensões.

 

Inspiração

Sharam : Naomi Campbel

Maria Borges: Todas as modelos negras

Adelia: Naomi Campbel

 

Sharam

 

 

Designers ou marcas favoritos?

 

Maria Borges :Eu não tenho preferencia por nenhum, Todos os designers tem a sua particularidade gosto de cada um deles.

Sharam: Ann Taylor, BCBG, Burberry, Michael Kors entre outros

Adelia: Valentina, Louis Vuiton

 

momento da   carreira

Sharam: Um momento muito marcante para mim foi a final do concurso Super Model OF THE WORLD 2010 Edição portuguesa na qual eu fui vencedora, foi na maravilhoso ou in seja inesquecível  primeiro pela grandiosidade e popularidade do concurso e  também a dimensão da Ford no mercado da Moda internacional.

 

Maria Borges: O MODA Lisboa 2012,concerteza vai ficar na minha memoria para sempre foi algo espetacular, indescritível, e muitos outros dentre  o eles abrir o Desfile da Robaroco, o concurso  garota perola negra, em que fui a vencedora.

 

Adelia: O desfile dos Burgueses, foi algo emocionante fiquei vislumbrada com aquilo, foi algo realmente perfeito O desfile foi maioritariamente em  cores pastel (muito branco!!!) e tecidos leves e fluídos.

 

Planos e metas

Sharam: Continuar a Fazer moda e claro não descurar da focar-me também na minha formação acadêmica.

Adelia: Continuar a trabalhar naquilo que gosto ou seja a Moda e terminar os estudos.

Maria Borges: Pretendo firmar-me em Nova York, fazer a faculdade lá mesmo e claro continuar a brilhar nas passarelas

 

Como é lidar com o “glamour”, o luxo no mundo da moda?

Sharam: Nada disso influência nada na minha personalidade .porque venho de uma família humilde, onde os meus pais sempre focaram a importância de ter os pês bem assentes na no chão, dai que o meu trabalho passa por tornar por exemplo certo produto atrativo para o comprador dai que estou a apenas a representar e não tem nada a ver com a minha realidade.

Adelia : Mantenho sempre a Humildade acima de tudo na minha vida sempre, esses três itens não tem nada a ver com aquilo que vivo na realidade.

Maria  Borges; Uso somente aquilo com que me sinto bem e me sinta confortável, porque sei que a minha realidade eh essa e nada a ver com luxos.

fama, o dinheiro e o status

 

 

Sharam: a fama não influenciou em nada, continuo a tratar as pessoas da melhor maneira possível independentemente do que elas pensam acerca de mim.

 

Adelia: Dou valor ao pouco que tenho, desde que seja conquistado com esforço, quanto a  fama também não influencia muito na minha maneira de ser então lido sempre muito bem com todo mundo.

Maria Borges: Eu penso que fama eu ainda não tenho, estou apenas com 1 ano de carreira, mas lido com isso de forma normal, os fãs são pessoas que normalmente estão ai para darem-nos força então dai terem uma certa importância em nossas vidas.

 

vocês ficaram deslumbrada em janeiro e fevereiro quando se falava de moda em Angola, só se falava de vocês.

Sharam :Sim foi o reconhecimento  meu trabalho então esse retorno é   muito importante para qualquer um.

Adelia: Muito orgulhosa do meu trabalho

Maria Borges: Muito feliz afinal eu sou principiante e isso deixa-me muito feliz ter começado de maneira triunfal.

 

que vocês tem ensinado as vossas amigas e , colegas e irmãs sobre humildade, lealdade, Honestidade e profissionalismo?

 

A Platina Line na vossas vidas

Sharam: é  um meio de comunicação  muito  bem vindo, sendo que muita gente hoje deixa de ver televisão em contra partida no trabalho, em casa, e as vezes em qualquer que seja o lugar tem sempre um computador a mão para entrar na net e obter informação principalmente o pessoal que vive fora, falo por experiência própria. Eu particularmente nunca deixo de passa pelo portal

 

Adelia: Sou uma Grande admiradora da Platina Line, pela maneira como tem mantido a informação no seio dos jovens principalmente a nível internacional, eu leio e recomendo.

Maria Borges: Não só pela divulgação que faz acerca do nosso trabalho ,mas também pela maneira  como divulga a comunicação com veracidade e responsabilidade.

 

 

Agradecimentos:

Adelia: Karina Barbosa por ter apostado em mim e confiado principalmente, a minha irmã que sempre esteve e sei que estará ao meu lado enfim família, amigos e todos que participam de forma directa ou indireta para o meu crescimento.

Maria: A Karina pelas oportunidades que me vem proporcionando nas grandes agencias a nível mundial, a família, amigos e a PLATINALINE QUE ACOMPANHA PASSO A PASSO O MEU TRABALHO que continuem a fazer esse trabalho maravilhoso e que possam tornar também o portal em revista física o pais precisava de algo assim.

Sharam:  Aos Meus Pais principalmente ,  KARINA claro, a família, aos amigos e a   A Platina Line,

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui