- Publicidade -

More

    Estilista Mahú Nazaré fala dos seus desafios no mercado da moda angolana

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Stella Cortez


    Apaixonada pela arte e por moda, Mahú Nazaré é uma jovem que durante algum tempo desfilou em várias passarelas como modelo profissional, que ao PLATINALINE falou sobre o desafio de trabalhar como estilista no mercado da moda angolana.
    A jovem que, em 2019, decidiu fazer a formação de “Estilismo e Modelagem” na escola da conceituada estilista e apresentadora de televisão Dina Simão, conta que a sua estreia como estilista deu-se no evento de Moda Plus size Fashion Week, organizado pela “King e Queen”.
    “Para mim, foi uma grande experiência e um grande aprendizado que tenho colocado em prática dia após dia. Um dos desafios que encontro no mundo da moda é transformar o sonho dos meus clientes em realidade, é uma luta constante deixar os meus clientes com o sorriso no rosto. Infelizmente, a necessidade de se ter uma fábrica têxtil no nosso país torna o material mais caro, porque tudo é exportado. Apesar de esta ser uma situação difícil para todos, fico feliz porque o número de estilistas tem estado a aumentar, o que é muito bom para o nosso mercado, e eu procuro trazer um valor acrescentado nas minhas obras para não ser só mais uma”, disse.
    Mahú, que apresenta o molde, corte, costura e croquis desenhados por si, sublinha que, participar na 23ª edição do Moda Luanda foi a realização de um sonho.
    “Partilhar o palco com estilistas renomados do mercado nacional e com uma vasta experiência de trabalho foi, de certa forma, um incentivo para dar o melhor de mim. Foi desafiador e, por conta da pandemia que assola o país e o mundo, tivemos que nos reinventar. O meu grupo “Sangue Novo”, orientado pela Dina Simão, teve um árduo trabalho e que, graças a Deus, conseguimos brilhar naquele palco e ficamos felizes pelo trabalho apresentado e pelo feedback do pessoal”, confessou.
    A estilista garante, ainda, que procura não ter limites e trabalha para todos aqueles que precisarem de si, desde crianças, jovens e adultos, das diferentes classes sociais. “Mais do que costurar para todos os bolsos, trago qualidade no meu trabalho.”

    Osvaldo
    Osvaldo
    Editor da Platina Line
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Divisão de Luanda dará surgimento a uma região Litoral

    A província de Luanda poderá ser dividida em uma região Litoral, com a excepção de Cacuaco, e uma outra que vai comportar os municípios...

    Angola paga USD 176 milhões da sua dívida com FMI

    Cerca de 176 milhões de dólares norte-americanos é o valor que o Governo angolano já pagou ao Fundo Monetário Internacional (FMI) desde 2021 até...

    Feira da saúde Pumangol apoia gratuitamente população carenciada

    No distrito urbano do Benfica Luanda, 21 de Junho de 2024 – A Pumangol arrancou hoje com a Feira de Saúde Anual, que decorre de...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto