- Publicidade -

More

    Fábrica reviva aposta em jovens talentos com formação superior em angola

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Uma das minhas apostas enquanto director fabril sempre foi nacionalizar ao máximo a equipa. Uma vez que nos guiamos por directrizes muito exigentes ao nível da qualidade, as nossas contratações são sempre ponderadas e tentamos selecionar os melhores profissionais para termos a garantia de ter a melhor equipa. Surgiu a oportunidade de abertura de estágios curriculares para ajudar os finalistas a ter o seu diploma, ao mesmo tempo em que ganham alguma experiência profissional”, realçou Pedro Luís, tendo afirmado que vários talentos foram encontrados por intermédio dos estágios.

    “Durante estes estágios, conseguimos encontrar verdadeiros diamantes em bruto, que começámos a lapidar às nossas necessidades e assim surgiu a primeira contratação. Prontamente, estabelecemos contacto com algumas instituições de ensino e, desde aí, temos tido a possibilidade de dar a conhecer o ambiente fabril aos estudantes dos mais variados ramos de ensino, aproveitando para seleccionar os melhores e mais empenhados durante os estágios de forma a dar robustez à nossa equipa. A REVIVA hoje é uma empresa mais forte graças a essas mesmas contratações”, afirmou.

    A Fábrica REVIVA recebeu, nesta semana, a visita de 11 estudantes do 4º ano do Curso de Engenharia Química do Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências, ISPTEC. Os estudantes tiveram a oportunidade de passar pela área de Produção de Embalagens, Pesagem e Formulação, Linhas de enchimento, Armazém e o Laboratório de Qualidade e Desenvolvimento que realiza mais de 100 análises todos os dias.

    Para a estudante Osória de Carvalho, esta iniciativa soou como uma oportunidade única e um incentivo para a sua vida profissional, uma vez que está na fase final do curso e prestes a enveredar para o mercado de trabalho.

    “Na sala de aula é tudo muito teórico e hoje estamos aqui para ver como é realmente a engenharia na prática. É diferente, muito bom e um incentivo para a nossa vida profissional, ver como ocorrem os processos de produção cá na REVIVA. Está a ser uma experiência incrível”.

    Já a estudante Rosa do Santos, ficou surpresa, pois não tinha noção de que toda a gama de produtos que usa e vê circular no mercado fossem produzidos localmente. “Não tinha noção de que todos estes produtos são produzidos aqui em Angola, foi uma surpresa e fiquei muito alegre porque eu não acreditava que o nosso país tinha este desenvolvimento. Produzir tantos produtos nacionais, sempre pensei que fosse tudo importado, foi uma surpresa muito positiva”, salientou.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    BAI apresenta soluções de financiamento às Pequenas e Médias Empresas

    O BAI – Banco Angolano de Investimentos S.A., em parceria com a Associação Industrial de Angola (AIA), realiza em todo o país, durante o...

    Cle Entertainment e Erque Chabango Rent Car Unem Forças para Apoiar a Cultura e Juventude Angolana

    Nesta segunda-feira, duas das maiores empresas em seus respectivos setores em Angola anunciaram uma importante parceria com foco no apoio à cultura e juventude...

    Hélio Taveira reconhece crescimento profissional da ex-companheira de programa “Stela de Carvalho”

    Por: Nunes Hebo Ausente dos holofotes há alguns anos, o ex-apresentador do programa “Viva a Tarde”, do canal Zap Viva, Hélio Taveira, reconheceu, recentemente no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto