- Publicidade -

More

    Familiares do concorrente ao “Estrelas ao Palco” encontrado morto pretendem processar Produção

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Fonte: Jornal de Angola

    Familiares do concorrente ao “Estrelas ao Palco” Adelino Bianco, encontrado morto no dia 24 deste mês, na aldeia de Maculumbi, província do Cuanza-Norte, prometem levar a tribunal a produção do concurso por alegada negligência.

    Paulino Chitongua, primo do malogrado, que interpretava temas do cantor NGA no concurso, disse ao Jornal de Angola que a produção do evento tinha vários mecanismos à disposição para impedir a tragédia.
    De acordo com Paulino Chitongua, após aperceberem-se que o MC Republicano, como também era conhecido no meio artístico, apresentava, fortes sinais de distúrbios mentais, a organização não se preocupou em ligar à família a imformar do estado de saúde da vítima”.
    Ao invés disso, continuou “arranjou-lhe dinheiro de passagem para voltar para ao Huambo, de onde é originário”. O primo do malogrado adiantou que essa atitude da produção fez com que MC Republicano viajasse como um passageiro normal e não como alguém que precisava de uma atenção especial, devido ao seu estado de saúde.

    “A produção do concurso Estrelas ao Palco não deu ao motorista que o levou, um documento a dizer que ele apresentava problemas mentais, no sentido de o prestarem uma atenção especial”, declarou, acrescentando que “caso se fizesse isso, provavelmente nenhum mal o aconteceria”. Paulino Chitongua explicou que foi uma passageira que, durante a viagem reconheceu o jovem e ao ver o seu estado débil ligou para os familiares a dar a conhecer da situação. “Na segunda-feira, 21 de Maio, por volta das 23h00, recebemos a ligação de uma mulher que estava no mesmo autocarro em que seguia o Bianco, a dizer que ele apresentava, durante a viagem vestígio de alguém com problemas mentais.”
    A tragédia que viria pôr um ponto final à vida do concorrente aconteceu, segun-do explicou a nossa fonte, quando o autocarro que o levava fez uma paragem no Dondo, para os passageiros descansarem.

    Quando voltaram ao au-tocarro para seguir viagem, disse, Adelino Bianco, já não se fazia presente no autocarro. “Como ninguém sabia onde o mesmo tinha ido e como já levava muito tem-po, o autocarro arrancou”, salientou.

    A fonte contou que após tomarem conhecimento do desaparecimento do artista informaram as autoridades do Dundo sobre o sucedido. “Na quinta-feira (24), fomos informados que havia um corpo na aldeia de Maculumbi, comuna de Massangano. Deslocamo-nos lá e, para o nosso espanto, era mesmo do Bianco”, lamentou.
    Até à hora do fecho desta edição não obtivémos resposta ao pedido feito à produção do concurso sobre a versão dos factos

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Shopping fortaleza incentiva as crianças a adoptarem práticas sustentáveis

    Com o objectivo de educar e entreter as crianças neste mês especial, o Shopping Fortaleza disponibilizou gratuitamente uma série de actividades que promovem valores...

    Passing Toloba pede ao Presidente da República que institua o Dia Nacional do Kuduro em Angola: “Por favor”

    Por: Sara Rodrigues Através dos microfones do PLATINALINE, o controverso kudurista Passing Toloba apelou ao Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, para instituir uma...

    Eduardo Paim “chora” após singela homenagem de Calado Show

    Por: Helder Lourenço O consagrado Rei da Kizomba, Eduardo Paim, emocionou-se ao ser homenageado num evento intimista em Luanda pelo humorista Calado Show. Com palavras...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto