- Publicidade -

More

    Figuras públicas e anónimas lamentam as mortes de Waldemar Bastos e Carlos Burity

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    No passado dia 10 do mês em curso, Angola perdeu o ícone da música, Waldemar Bastos, e nesta manhã de quarta feira, 12, recebemos a lamentável notícia do falecimento do mestre do Semba, Carlos Burity, o mesmo que esteve internado na clínica Girassol.

    Figuras públicas e pessoas anónimas sentiram a irreparável dor de perder um ícone da música Nacional e lamentaram o ocorrido, que por sinal, empobreceu a cultura nacional. Artistas como Paulo Flores, Yuri da Cunha, Anselmo Ralph, Yola Araújo, Pérola, Diva Ary e tantos outros publicaram nas suas contas do Instagram o passamento físico do mestre do Semba. 

    Pérola: “A dor não deixa que as palavras definam o tamanho da perda, um gigante, a verdadeira e definitiva voz do Semba, serás eterno, Carlos Burity, agradeço profundamente todo o teu contributo para a construção da identidade que nos une, o teu Semba foi sempre a voz que me faz suportar o orgulho em ser angolana, agora cabe a nós não deixar morrer a nossa música e a nossa cultura em nome destes gigantes que nos deixam a todos mais pobres, mais tristes, mais seguros do que somos e queremos, obrigado, Waldemar e Burity, sempre nos iremos socorrer da vossa arte para nos reencontramos com os nossos princípios e a nossa emoção.” 

    Yola Semedo: “Alguém pode explicar que ano é este? Juro que não estou a perceber, que tragédia, que tristeza, que golpe! Que a sua alma descanse em paz! Obrigada pela mestria, tua voz é única.”

    Anselmo: “Depois do passamento físico do grande Waldemar Bastos, senti-me motivado a ligar para este grande músico Carlos Burity Burity sobre algumas coisas que falamos, tive o prazer de lhe dizer que sou fã de coração e que quando ele estivesse melhor, seria uma honra e prazer trabalhar com ele, era uma das propostas de um live, Carlos Burity e Anselmo Ralph.”

    Paulo Flores: “Heróis não são só aqueles que fazem a guerra, mas também os que salvam e curam as feridas.”

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Saxofonista Sebastião Sax homenageia Mestre Sanguito pelo seu contributo na música angolana

    O saxofonista angolano Sebastião Sax realizou, no passado dia 26 de Maio, o seu primeiro concerto ao vivo no Restaurante Chá de Caxinde, em...

    Diamond Films realiza ante-estreia do filme ‘A Caixa’

    A produtora angolana Diamond Films realizou a ante-estreia do filme "A Caixa" nesta quarta-feira, 29 de maio, no Belas Shopping, em Luanda. O filme,...

    Livro “O Abecedário Que Se Fingiu de Mudo” do moçambicano Ernesto Moamba será apresentado e encenado em Luanda

    O escritor moçambicano Ernesto Moamba irá realizar, nos dias 1 e 2 de Junho, em Luanda, um momento cultural e artístico para encenação e...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto