- Publicidade -

More

    Funcionários do 1° de Agosto sem salários há 16 meses

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por : Helder Lourenço 

    Mais de 20 funcionários do clube militar manifestaram-se  no portão principal da cidade Desportiva do Clube, esta segunda-feira, 28 de Novembro, exigindo o pagamento dos seus ordenados em atraso há 16 meses, de acordo com a ANGOP.

    Trata-se dos funcionários da área administrativa, limpeza, segurança e jardinagem, que apelam à direcção do clube presidido por General Carlos Hendrick, regularizar a situação que já dura há 16 meses.

    Egídio Santos, presidente de Mesa da Assembleia-Geral do clube do Rio Seco, já reagiu o descontentamento dos funcionários sobre o atraso dos ordenados e garantiu que a situação será resolvida até o final do mês de Dezembro do ano em curso.

    O 1° de Agosto era o clube com salários mais altos em Angola, desde que foi alvo do corte no seu orçamento mensal inicial, de 800 milhões de kwanzas para os actuais 200 milhões pelo Ministério das Finanças, complicou as contas.

    O clube afecto às Forças Armadas Angolanas é a segunda equipa com mais títulos nacionais no futebol angolano, num total de 13 troféus, e é o clube mais eclético do continente berço, com 16 modalidades, paralisando 8 do número existente.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    “FAF Impede Convocação de Bastos Quissanga para Seleção Angolana, Diz Fonte”

    Pedro Gonçalves revelou nesta terça-feira, 21, os convocados para os jogos contra Eswatini e Camarões, marcados para os dias 7 e 11 de junho,...

    Vlado Coast ‘Renasce’ em seu novo EP

    Numa recente entrevista ao Platinaline, o artista angolano Vlado Coast revelou o lançamento do seu novo EP intitulado 'Renascer', que será disponibilizado no dia...

    Aryovaldo cria meme sobre TPA após indiretas entre TV Zimbo e Zap viva e deixa internautas encabulados

    Depois do apresentador angolano Igor Benza ter anunciado recentemente no programa "A Tarde é Nossa", a entrada da apresentadora Stella de Carvalho ao referido...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto