Por: Natalício Gaspar

Sob o lema “incluir, reabilitar e capacitar”, a Fundação Ana Carolina procedeu na manhã de hoje, no município de Talatona, Distrito Urbano do Benfica, a inauguração da primeira casa da fundação, destinada ao apoio, tratamento e acompanhamento à crianças carenciadas, bem como portadoras de patologias crónicas do foro neurológicos.

A casa conta com um ginásio central, um refeitório, uma sala de formação e de workshop, um laboratório e um ginásio complementar especializado.

Mel Chaves, madrinha da fundação, em entrevista ao PLATINALINE, disse que esta iniciativa é o primeiro passo para a construção de um centro de Neurodesenvolvimento da criança na província de Luanda, com o objectivo de proporcionar uma investigação, avaliação e tratamento de crianças nestas condições, dar apoio médico e psicossocial às famílias, assim como promover a ligação à comunidade.

Por outro lado, o administrador do Município do Talatona Dr. Rui Duarte engrandeceu os feitos da Fundação Ana Carolina às famílias angolanas, e manifestou a sua alegria e satisfação de ter a primeira casa filantrópica de tratamento desta especialidade no município que administra, garantindo o seu maior apoio.

A cerimónia contou ainda com as presenças do Dr. Tarcísio, representante do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, o Sr. Baudilio Vaz, administrador do Distrito Urbano do Benfica, e Sra. Deolinda Cardoso, fundadora e avó da Ana Carolina.