Funeral de Nagrelha marcado por actos de “desacato, roubo e vandalismo”, diz Nestor Goubel

0
113

 

Um menor perdeu a vida e dezasseis efectivos da Polícia Nacional foram feridos, dos quais dois graves (esfaqueados), para além da detenção de 17 cidadãos.

Por: Hélio Cristóvão

Na manhã desta terça-feira, a cidade de Luanda “parou” para homenagear Gelson Caio Mendes, mais conhecido por Nagrelha dos Lambas, falecido na sexta-feira última. O astro do kuduro foi indubitalvelmente o maior nome da história do estilo mais popular do país – Kuduro, e acarretou milhares de pessoas no seu funeral, entre fãs e admiradores. Entretanto, apesar do aparato promovido pela Polícia Nacional com mais de 1500 efectivos para assegurar toda a cerimónia fúnebre, o cenário que se observou foi de arruaça, roubo e desrespeito às autoridades.

Segundo um documento oficial enviado à redacção do PLATINALINE, além das consequências humanas, registou-se também danos materiais por se calcular como viaturas policiais e particulares, nomeadamente: quatro viaturas da polícia, cinco autocarros, uma motorizada carbonizada, uma esquadra móvel e o roubo de diversas botijas de gás e grades de cerveja em números não determinados.

Dezoito cidadãos foram detidos, suspeitos de práticas indecorosas.

“A Polícia Nacional aproveita o ensejo para apelar a calma e pede a compreensão do público pelos transtornos criados durante a operação de reposição da ordem.”, lê-se no documento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui