- Publicidade -

More

    É oficial Angola regista 24 milhões de habitantes

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    Os resultados preliminares do primeiro Recenseamento Geral da População e Habitação, realizado em Maio último, indicam que o país tem 24 milhões e 300 mil habitantes, sendo 52 por cento de sexo feminino, anunciou hoje, quarta-feira, o Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

    O anúncio ocorreu na abertura da III Sessão Legislativa da III Legislatura da Assembleia Nacional, na mensagem dirigida à Nação, em obediência ao disposto na Constituição da República, que prevê a apresentação do estado da Nação.

    Considerou a realização do Senso uma grandiosa e complexa tarefa bem sucedida, de que todos os angolanos devem orgulhar-se.

    Segundo José Eduardo dos Santos, a província de Luanda concentra 26,7 por cento da população do país, isto é, seis milhões e meio de habitantes, seguindo-se as províncias da Huíla, com 10 por cento, Benguela e Huambo, com oito por cento cada uma, Cuanza Sul, com sete por cento, Bié e Uíge, com seis por cento cada uma, totalizando, estas sete províncias, a concentração de 72 por cento do total da população residente no país.

    Acrescentou que a província do Bengo registou o menor número de residentes, com um por cento da população, a que se seguem outras cinco províncias com população inferior a três por cento do total nacional, designadamente as do Cuanza Norte, Namibe, Zaire, Cuando Cubango e Lunda Sul. Estas seis províncias concentram apenas 11 por cento dos residentes no país.

    “Há muito que ansiávamos por estes resultados. Temos, finalmente, uma boa base para formular a Política Nacional de População e a Política Nacional de Ordenamento e Desenvolvimento do Território, que são essenciais para estudarmos as vias que nos permitam alcançar os objectivos do Plano Nacional de Desenvolvimento”, disse.

    José Eduardo dos Santos referiu que a enorme concentração de população na capital tornou indispensável a adopção de um novo modelo de desconcentração administrativa e de administração local diferenciado das demais províncias do país, para se fazer face aos seus crescentes problemas de ordenamento, saneamento, mobilidade urbana, ordem pública, combate à criminalidade e à imigração ilegal.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    José Paciência fala sobre preconceitos no seio Artísticos “Nós temos lutado com pessoas erradas”

    Em um mundo onde a arte é muitas vezes definida por fronteiras rígidas e expectativas preestabelecidas, José Paciência com uma carreira marcada por obstáculos...

    INADEC realiza 1ª edição do fórum de empreendedorismo digital e conscientização empresarial

    O INADEC realizou, nesta Sexta-feira(12), no Ministério do Comércio, a primeira edição do fórum de empreendedorismo digital e conscientização empresarial. O evento teve como objectivo...

    Comité Mister Angola comemora 25 anos de existência com jantar intimista

    O comité Mister Angola celebrou os seus 25 anos de existência, neste Domingo(14), com um jantar intimista que reuniu todos os misteres e patrocinadores...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto