Guy Destino aposta em novo desafio televisivo na TPA, com o programa “Acreditar”

0
428

Por: Hélio Cristóvão

Após ter começado a carreira de apresentador na Palanca Tv com o programa evangélico denominado “Ele vive”, em Fevereiro de 2018, o músico Gospel Guy Destino aposta em um novo projecto do género,  desta vez, vinculado à  Televisão Pública de Angola, com o programa “Acreditar”, que, em entrevista ao PLATINALINE, contou detalhes de todo o acontecimento.

“Um ano após apresentar na Palanca Tv, a TPA fez-me o convite para fazer um programa do género, e como eu sempre quis ter uma projecção internacional, não pensei duas vezes, desvinculei-me da Palanca Tv, mas, claro, agradeci imensamente pela oportunidade de começar uma nova carreira.”

O programa musical, de sua autoria, fala sobre a vida dos músicos Gospel nacionais e foi pensado no facto de haver pouco financiamento aos produtos de carácter cristocêntrico e dá a ampla oportunidade de promover artistas Gospel nacionais e internacionais com o fim de investir mais na música feita para Deus. “Temos entrevistas com artistas Gospel e, num futuro próximo, teremos igualmente produtores de vídeo e de áudio e outras surpresas que, em breve, poderão acompanhar.”

O programa “Acreditar”, cuja estréia oficial aconteceu há um mês,  apesar do pouco tempo de emissão, tem conquistado um número considerável de espectadores assíduos, facto que deixa o apresentador feliz e entusiasmado. “Estar na TPA é saber que está numa grande equipa em termos de estrutura, organizações e, sobretudo, visão. Era isto que eu queria, estar na TPA, e tenho a esperança que as coisas melhorem ao longo dos tempos.”

Apesar da carreira musical bem acentuada em Angola, Guy manifestou o desejo de levar adiante a carreira de apresentador. “Sempre gostei de partilhar aquilo que sei, em público. Entendo que, cada um, com o seu chamado, pode desenvolver cada vez mais e melhor o seu país, e um país sem a valorização da moral, é um país atribulado.”

O programa semanal vai ao ar aos domingos, às 9 horas, na TPA 1 e na TPA internacional e, segundo explica Guy Destino, tem sido uma experiência boa e louvável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui