- Publicidade -
InícioLifestyleLivrosHélder Caculo oferece livros infantis a crianças da província do Namibe

Hélder Caculo oferece livros infantis a crianças da província do Namibe

- Publicidade -

O jornalista Hélder Caculo, autor do poemário “ O Sorriso da Dor” ofereceu, recentemente, vários exemplares de livros de estórias e contos infantis a crianças do Colégio ABC, localizado no município de Moçâmedes, na província do Namibe.
“É uma iniciativa que nasceu em mim, e pretendemos fazer o mesmo acto nas demais províncias do país, como forma de incentivar o gosto pela leitura aos mais novos. Dizia uma professora que por meio da leitura, a criança desenvolve a criatividade, a imaginação e adquire cultura, conhecimentos e valores”, disse.

O jovem escritor que se encontrava na cidade do Namibe para participar das “Festas do Mar” com uma sessão de venda e de autógrafos da sua primeira obra literária, defendeu a prática da leitura nas escolas de ensino de base.

“Pesquisas do mundo todo mostram que a criança que lê e tem contato com a literatura desde cedo, principalmente se for com o acompanhamento dos pais, é beneficiada em diversos sentidos: ela aprende melhor, pronuncia melhor as palavras e se comunica melhor de forma geral”, disse.

Sob a chancela da Viana Editora, o seu livro de poesia intitulado “O Sorriso da Dor” foi lançado oficialmente em Outubro do ano passado. Composto por 64 páginas, retrata várias temáticas, tais como as lutas do povo angolano pela libertação nacional, as vitórias alcançadas por Angola ao longo do tempo, a mulher, a beleza natural do país e as peripécias da vida na cidade de Luanda.

“O Sorriso da Dor”, Além da língua portuguesa, Hélder Caculo traz na sua primeira obra literária poemas nas línguas Fiote, Umbundo, Kimbundo e Cokwe.

SOBRE O AUTOR

Hélder Caculo nasceu em Luanda a 11 de Setembro de 1990 e a sua atracção pela arte de escrever data do tempo em que tinha 12 anos de idade e era desafiado a adaptar estórias bíblicas para a interpretação teatral. Anos depois, começou a ganhar interesse por outros géneros literários, com destaque para a poesia é contos. Foi assim que a partir de 2006 começou a escrever poemas e nunca mais parou. A presente obra é o seu primeiro “Rebento literário. Hélder Caculo é docente universitário e jornalista do jornal OPAÍS do Grupo Medianova.

Agradecemos a divulgação da referida informação no vosso órgão de informação.

Sem outro assunto a tratar, endereçamos os nossos melhores cumprimentos e votos de boa continuação laboral.

Helder Pedrohttp://www.afacc16.org
HÉLDER PEDRO, DE COBRADOR DE TÁXI A PROMESSA DA TV NACIONAL Há alguns meses que a televisão nacional ganhou um novo rosto. Hélder Pedro é o “platinado” que todos os sábados apresenta o mais recente programa de televisão sobre o jet7 angolano, no canal Jango Magic, da operadora DStv. A voz naturalmente colocada e a dicção não deixam margem para dúvidas de que a vocação radiofónica está-lhe no ADN. Apesar de ter optado por estudar Ciências Físicas e Biológicas no ensino médio, Hélder era apelidado pelos colegas de o “Bartolomeu da sala”, numa clara comparação a Ernesto Bartolomeu, famoso apresentador do telejornal da TPA 1. Várias foram as vezes que o jovem ouviu dizer que estava a perder-se no curso errado, porque “tinha um grande potencial para o jornalismo”, disse em entrevista à BANTUMEN. Num teste às suas capacidades, em 2008, decidiu criar a Rádio One, onde o seu quarto era o estúdio e os vizinhos a audiência. Uma coluna no terraço e estava criada a primeira rádio a ser emitida no município de Cacuaco. “Tudo o que eu falasse, as pessoas que viviam nos arredores da casa ouviam. O programa da Rádio One começava às 18 horas e tinha como convidados os meus irmãos e primo. O projecto surge com o intuito de entreter as noites da nossa vizinhança, uma vez que havia muita bandidagem no bairro e a zona era muito silenciosa.” Mas antes de chegar às televisões do país através do semanal “Platinando”, as curvas e contra-curvas da vida de Hélder levaram-no a ser pedreiro, cobrador de táxi, taxista e segurança num quintal do pai. Mas a perseverança está-lhe impressa no caracter. Em 2012, o “Bartolomeu da sala” conseguiu chegar à redação da Platina Line, através do pai que conhecia um dos funcionários da empresa. “Por ser bom e talentoso, passei no casting. Comecei como repórter, passei de seguida a fazer o programa de rádio na Kairós e fui promovido mais tarde para apresentador de TV, fazendo até hoje o programa “Platinando” com a minha colega Rosa de Sousa.” Um ano mais tarde, a responsabilidade do jovem trabalhador-estudante tornou-se demasiado pesada e foi necessário optar entre as várias actividades que desenvolvia ao mesmo tempo. “Estudava na Utanga do Capolo, fazia o curso de Electrónica e Telecomunicações e era difícil conciliar os estudos, serviço de táxi “não personalizado” e a Platina Line. Larguei o táxi e os estudos por falta de apoio, pois nessa altura o meu pai já não tinha condições para sustentar os meus estudos. E eu que sempre pensei que ser estudante universitário fosse um mar de rosas e que fosse principalmente fácil pagar as propinas, enganei-me!” Depois de dois anos dedicados à comunicação, Hélder decide voltar a estudar e é actualmente aluno da Universidade Independente de Angola, no curso de Ciências da Comunicação. Numa breve análise à liberdade de expressão dos meios de comunicação nacionais, Hélder Pedro diz que a “Platina Line veio revolucionar a comunicação social em Angola, em particular o mundo do entretenimento. Mas, como infelizmente a nossa sociedade ainda não tem uma mente tão aberta neste campo, encaramos certas informações como abusos contra identidade, o que impossibilita a liberdade de comunicação e muitas vezes de expressão. Como resultado, muitos jornalistas, comunicólogos e não só, vêem-se na obrigação de omitirem determinadas informações”, explica. Entre o online e a TV não consegue designar um preferido e garante que as duas categorias têm as suas vantagens. No entanto, os seus objectivos centram-se em chegar à cadeira de pivô de telejornal e, quem sabe, ser o sucessor do ídolo Ernesto Bartolomeu.
- Publicidade -spot_img
Mais recentes
Artigos relacionados
- Publicidade -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments