- Publicidade -

More

    Homem esfaqueado por menor sofreu 37 lesões e já teve alta

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O homem de 55 anos, esfaqueado por uma menor de 17 anos, a 11 do corrente mês, na residencial Pátio de Viana, até então internado no Hospital do Kapalanga, recebeu, ontem, alta médica, 12 dias depois de suturadas as 37 lesões e não apenas 28, como foi anunciado, provocadas por arma branca, apurou o Jornal de Angola.

    O director-geral do Hospital do Kapalanga, Luís Domingos, disse, ao Jornal de Angola, que o indivíduo chegou ao Banco de Urgência em estado crítico, devido às profundas e várias lesões que teve no corpo, que chegaram a comprometer o coração e o pulmão do lado esquerdo.

    Especialista em Cirurgia geral, que tratou do paciente, informou que, além das 28 lesões profundas, havia outros ferimentos leves na cabeça, orelhas e rosto, que totalizaram 37 lesões, o que causou a perda de muito sangue e obrigou à transfusão em três ocasiões.
    O paciente fez duas paragens respiratórias, disse o médico, sublinhando que o coração encheu-se de sangue na sua bolsa pericardiáca, o que estava a causar algumas paragens cardíacas. Deste modo, fez-se a drenagem do sangue, suturou-se a lesão, tendo culminado com o controlo do funcionamento cardíaco.

    Já em relação ao pulmão, o cirurgião explicou que como este órgão foi profundamente comprometido, levou mais tempo para ser suturado, o que criou muitas dificuldades respiratórias ao paciente, superadas com a ajuda de ventilador mecânico e fortes drogas vasuativas.

    O atendimento ao paciente foi garantido por três especialistas que participaram na cirurgia complexa, nomeadamente o cirurgião geral, um técnico instrumentista e técnica anestesista, cujo trabalho no bloco operatório durou pelo menos quatro horas.
    Ao longo de 12 dias que esteve internado, de acordo com o director-geral do Hospital do Kapalanga, o paciente teve uma boa evolução e durante esse tempo foi submetido a sessões de fisioterapia respiratória, com recurso à administração de antibióticos de largo espectro.

    Mãe diz que a menor foi desflorada pelo agressor

    Contactada pelo Jornal de Angola, a mãe da adolescente, acusada de esfaquear o homem de 55 anos, disse que a filha não namorava com o agressor e desconfiava que ela não estava bem psicologicamente, na medida em que em algumas ocasiões alegava sentir dores, mas longe de pensar que sofria abusos sexuais.

    “Uma miúda de 17 anos a namorar com um homem de 55?. Ainda bem que o pior não aconteceu. Este senhor tirou a virgindade da minha filha”.

    Uma amiga da adolescente disse, ao Jornal de Angola, que no ano passado, tomou conhecimento através da vítima que ela sofria abusos sexuais, mas solicitou silêncio com medo do agressor que, em várias ocasiões, prometeu matar a sua mãe, caso fosse denunciado.

    O jurista Alberto Tchitunda considera que o crime de violação sexual é punido, nos termos da lei, com uma pena de prisão que vai de dois a oito anos. Jacinto Macanga pode responder criminalmente perante o tribunal, pelo crime de violação sexual de forma continuada.

    O jurista sublinha que pelo facto de a menina ter o martelo e a faca como instrumentos para se defender, pode ser considerado como uma causa que exclui a ilicitude e a culpa da menina. Automaticamente, a lesão corporal infringida ao seu agressor, como está acompanhada de um facto justificável, não será classificado como crime .
    O porta-voz do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional, inspector-chefe, Nestor Goubel, garantiu que o caso está a ser investigado pela corporação e apelou aos familiares no sentido de conversarem de forma regular com os filhos e tentarem saber junto destes as suas preocupações.

    Psicólogo forense garante à adolescente consultas grátis

    A adolescente de 17 anos, acusada de esfaquear Jacinto Keta Macanga, 55 anos, com 37 golpes em várias partes do corpo, vai beneficiar de acompanhamento psicológico, garantiu ao Jornal de Angola o especialista em Psicologia forense, Fernando Manuel.
    O também subcomissário do Serviço Penitenciário disse que a adolescente precisa de acompanhamento especializado e o seu consultório, composto por vários especialistas em Psicologia, está disponível para proporcionar consultas grátis.

    Fernando Manuel predispõe-se a ajudar a adolescente por forma a que possa ver minimizados eventuais transtornos mentais resultantes da agressão e do homicídio frustrado que cometeu sobre a vítima.

    O especialista em Psicologia forense disse que a adolescente apresenta um comportamento carregado de ódio visceral. O alto nível de descontrolo emocional ficou reflectido no número de facadas desferidas no corpo do suposto agressor sexual, após alteração do estado emocional. “Por isso, partiu para agressão física”, ilustrou.

    Fernando Manuel explicou que os actos humanos são sempre resultados de processos mentais, alterações emocionais, desejos e ambições, destacando que a adolescente estava desesperada porque suportou vários abusos sexuais e foi acumulando ódio decorrente dos vários períodos vividos com o agressor sexual.

    Na perspectiva psico-forense, disse, pode-se estar perante um caso de síndrome de mulher espancada, ou seja, espancamento psicológico e sexual, onde durante muito tempo foi vítima de várias sevícias, tendo causado transtorno de personalidade.
    A vítima esquece todos os momentos bons passados e disparou com todas as armas que possuía, passando de vítima à ofensora, na medida em que os abusos sexuais constantes levaram a adolescente a desenvolver um comportamento psico-patológico que carece de avaliação forense, vaticinou o especialista.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Restos mortais de Ângelo Victoriano repousam na Santa Ana

    Os restos mortais do antigo basquetebolista Ângelo Victoriano repousam, desde hoje, quarta-feira, no cemitério do Santa Ana, em Luanda. Ângelo Victoriano, o segundo angolano a...

    Coca-Cola e Química Verde levam água potável à província do Bengo com Biofiltros

    Por Sara Rodrigues Fotógrafo: Joaquim Manuel A Coca-Cola, em parceria com a Química Verde, implementou nesta quarta-feira, 17 de abril, uma iniciativa para proporcionar água potável...

    “O mundo não aprecia coitados nem perdedores”, diz Teresa Sara

    A atual Miss Angola Internacional, Teresa Sara, deixou um conselho para as jovens que a veem como modelo. Em sua abordagem, aconselhou-as a lutar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto