Por: Hélio Cristóvão

Cinco meses de extremo interregno, devido às medidas impostas pelo vírus da Covid-19, o grupo teatral mais popular de Angola, Horizonte Njinga Mbande, viu a necessidade de se reinventar e continuar a brindar os amantes do bom teatro com aquilo que de melhor sabe fazer.

Em parceria com a Waridu, a renomada companhia estará de volta aos palcos ou senão, às telas com uma história cujo título é bem sugestivo: “O Regressado”. 

Em entrevista ao PLATINALINE, o director Adelino Caracol enalteceu a iniciativa da Waridu, empresa responsável por vários live shows de sucesso durante o período de isolamento social. “Foram cinco meses de inactividade teatral, acredito que, de qualquer forma, vai fazer com que nos sintamos vivos e porque alguém pensou, de facto, em ajudar o teatro de forma prática.”

Adelino fez saber que o tema da peça tem a ver com o regresso do teatro aos palcos. “Ainda existem os medos e toda uma preparação para que se regresse, hoje estamos a falar de biossegurança, veja que é preciso muito investimento para poder reabrir, ainda mais se tratando de uma instituição como a nossa, também se fazem matemáticas.”

Por outro lado, Agnelo Henriques disse que, na qualidade de produtor de eventos, é uma honra muito grande realizar o primeiro live show de teatro. “Eu e os meus parceiros estivemos a analizar que cultura não é apenas música, razão pela qual sentimos que devemos dar oportunidade ao teatro, ainda temos projectos para pintura e outros. O nosso objectivo é aproximar o público à arte, independentemente de qual for”, disse.

Marcado para o dia 30 de Agosto, às 19H45, a companhia preparou um elenco de mestria, porém, restrito, devido às novas medidas que visam evitar aglomerado, composto por: David Enoque, José Galiano, Catarina André e outros que se juntam à esta história marcante, baseada em acontecimentos reais. Desta feita, a live d´O Regressado’ será transmitido apartir das plataformas do Instagram e Facebook do PLATINALINE, e ainda no YouTube da Waridu.