Jéssica Pitbull faz discurso arrepiante durante live depois de assistir a cerimónia fúnebre de Nagrelha

0
142

Depois de ter assistido o último adeus do conhecido Estado Maior do Kuduro, Gelson Caio Mendes “Nagrelha”, ocorrido hoje, 22 de Novembro, em Luanda, a kudurista Jéssica Pitbull usou a sua rede social Facebook para expor os seus sentimentos pela perda do artista e a sua revolta sobre o estado actual da sociedade angolana.

Durante a live, Pitbull, que já partilhou muitos momentos em palco com o malogrado, disse que hoje teve a certeza que a morte nos reduz ao nada, e o caminho mais certo deve ser seguir a Deus para uma maior protecção. “Hoje eu vi e senti que a morte nos reduz ao nada, por isso meus irmãos vamos adorar a Deus, vamos nos manter firmes, porque os dias de hoje parecem os últimos, está a acontecer tantas coisas, filho a matar o pai, pais a matarem filhos, e sinceramente eu prefiro andar em Cristo Jesus, Jesus é a verdade e a vida, o mundo está cheio de maldade”, lamentou.

Jéssica aconselhou os jovens a andarem no bom caminho e a prestarem maior atenção nos seus pais prestando maior respeito, o que a mesma acha que tem faltado no seio da juventude.

“Nessa terra vamos andar bem, respeitar o próximo, respeitar os pais, cuidar dos filhos e outros, se você colocou um filho na terra não lhe abandona, estamos nessa terra vamos se amar e se respeitar, lá no velório do Nagrelha o padre pregou em Mateus, onde Jesus disse bem-aventurado o pobre em espírito”, aconselhou.

A kudurista, que em alguns dias foi criticada pela suas performances em diferentes actividades, o que leva a despertar atenção do público com cenas que lhe caracterizam, disse que além disso sabe dar o devido respeito aos seus superiores e que os seus fãs deveriam fazer o mesmo.

“Também tenho os meus pecados, às vezes me dá uma loucura se atiro no chão, danço, faço coisas inéditas e as pessoas partilham, eu às vezes falo, trata-se de estar no show em momento de alegria e muita emoção, mas eu não falto respeito a ninguém, tiro mérito a todos os mais velhos”, disse.

Por: Livano Domingos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui