Jornalista da Radio Luanda Jose Pedro Benge já foi Suspenso por cobrar Gasosa

0
627

Jornalista Pedro benge

 

Não é a primeira vez e  nem a última que a Platina Line busca  enquadrar em texto jornalístico um tema que, por sua natureza clandestina, resiste a certas prescrições, como a objetividade da informação, precisão dos dados, abrangência e profundidade das análises. Que é a  corrupção ou a famosa gasosa para os artistas terem suas musicas a tocar nas rádios ou vídeos passar na televisão Publica.


Porem , é preciso continuar assinalando o que for possível sobre essa doença que parece contagiar toda a sociedade  Angolana e especial dos radialistas e Djs famosos com grande incidência para as  Radio ligadas  ao grupo da Radio Nacional de Angola. Que tem como missão prestar serviço publico no domínio audiovisual. E os sintomas  vão desde Djs Cobrando em nomes de Jornalistas, Jornalistas Cobrando em Nome das Rádios da qual trabalham.

A reportagem da Platina Line sobre o assunto e a  Denuncia de Jorge Antunes surtiu efeito, e teve pronta reposta relatada,  pelo próprio jornalista  e apresentador  Jorge Antunes que  conta aqui os avanços que surgirão após denuncia.


A todos os que acompanharam a “cena” da radio Cazenga… Aqui vai: falei com o director, que me ligou e não sabia de nada. Voltamos lá e a senhora que antes tinha cobrado … Disse que desde sexta-feira que o “processo” estava parado. Entretanto como eu estava lá desta vez, sai do carro, fui cumprimentar o Director, que já havia ligado a querer mais informações sobre o assunto, e fomos ter c a senhora que negou tudo … A tremer e bastante nervosa… Ela disse que não estavam a fazer isso … Eu disse mas ate sexta feira faziam… Como estava a tornar-se constrangedor … O próprio director disse que depois iria falar c ela e os restantes membros da radio, solicitou o CD com o tema e marcou-se uma entrevista para 5ta feira. Uma coisa é certa … Se não denunciarmos e continuarmos a achar que em Angola vale tudo … Vai sempre valer tudo ate que a injustiça bata à nossa porta. Se lutarmos pelos nossos direitos … Um dia seremos diferentes! Obrigado à Carla CastroSarchel Necesio,Portal Platina Line, e a todos que lutam para que os direitos de todos nos sejam respeitados e tenham validade. Sei que para os que pagaram ate agora o dinheiro ja nao volta, mas para aqueles que forem cobrados … Denunciem!!! Beijos e abraços.

  

Luanda inteira  está contaminada com essa espécie de fatalismo, “A arte de facturar” “da gasosa” do “pacote” do “Bizno”  e um dos jornalistas que foi denunciado pela nossa fonte após repto aos leitores é o  Jose Pedro Benge da Radio Luanda, que foi suspenso por dois Meses, e foi obrigado a  fazer devolução do valor total   da   gasosa equivalente a 1.500. 00 U$D( mil e quinhentos mil dólares norte Americanos)  ao artista.  Vulinho Quissua que vendeu a sua obra na praça da independência no dia 28 de Janeiro.  O que parecia uma fezada das grandes  para Jornalista de Tarde Viva” acabou de forma menos feliz.  Graças a idoneidade Director da Radio Luanda.

Vulinho vitima do Pacote das radios. 

  

Outro relato importante que chegou a redação da Platina Line, dá conta que por Exemplo Almir Agria, foi vitima de um colega que recebeu 500U$D   de uma cantora , fazendo a promessa que iria fazer chegar ao Jornalista Almir, essa mesma cantora depois de uns dias ligou cobrando a execução da sua musica, pois não ouvia a tocar a mesma na Radio. E cobrou ao jornalista sem que ele soubesse de alguma coisa. Ele teve de se desculpar com cantora pois era vitima .

 

Um jovem comentando sobre o assunto relatou o seguinte:  Há muito que tinha vontade de fazer isso, mas resolvi esperar pelo momento apropriado, sei lá, talvez quando um dia a minha banda musical se tornasse famosa. Aconteceu que pedi a produção do programa Revista Musical, da TPA 1, para uma reportagem junto do local de ensaio da Banda Contrastes. Contatado, o apresentador, Moisés Luís, disse que estaria tudo bem, mas que nós tínhamos de preparar “matabicho” para a sua equipa. Entendemos aquilo como uma tentativa de extorsão. Mesmo assim, preparamos o tal “matabicho”, mas eles não apareceram no dia combinado. Até hoje. Talvez faltou-nos avisá-los que o “matabicho” estava à mesa!. Conta

Vários casos sobre arte de facturar  ou pacote como é conhecido, é de conhecimento de quase todos artistas , mais quase sempre, ou mesmo ninguém denuncia tais praticas pode medo de represálias.

  Já percebemos e isso é facto, de que os valores financeiros nesse mundo falam mais alto, do que os valores sociais e morais, mas apelamos mais uma vez em nome dos artistas e do público em geral, DIVULGUEM O TRABALHO DE NOSSOS ARTISTAS, QUER SEJAM CONCEITUADOS, OU NÃO, RICOS OU NÃO, KUDURO OU RAP, KIZOMBA OU SEMBA, JOVEM OU ADULTO, POR FAVOR! NOSSOS ARTISTAS MERECEM!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui