- Publicidade -

More

    José Caléia Castro Apresenta estudo de mobilidade urbana para a cidade de Huambo e Luanda no Brasil

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    O  angolano Jose Calélia Castro  apresentou recentemente um estudo de conclusão de curso, que propõem projecto de  mobilidade urbana para a cidade de Huambo e Luanda.

    O projecto  é parte de um estudo maior de dissertação de Mestrado em

    Planejamento Urbano e Regional do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D) da Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP). Tem como título: CONFIGURAÇÃO  SOCIOESPACIAL COMO EXPRESSÃO DE CONFLITOS: expansão urbana de  Luanda e o planejamento territorial de angola. Apresentado em fevereiro de 2015 em São José dos Campos (SP) – Brasil, esta discussão é ainda, resultado do Trabalho de Conclusão de Curso em Arquitetura e Urbanismo (2011), que se propôs a estudar e apresentar uma proposta de anteprojeto de mobilidade urbana para a cidade de Huambo e Luanda.

    O conteúdo completo deste trabalho pode ser acessado a partir do seguinte link:

    http://biblioteca.univap.br/pergamum/biblioteca/index.php . Bastando para isso fornecer o nome do autor ou o título do trabalho no espaço de pesquisa. Deste trabalho, resultaram ainda outras publicações em anais de congressos e simpósios, a exemplo do:   2º SEMINÁRIO NACIONAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO   – ÁREA TEMÁTICA: PLANEJAMENTO TERRITORIAL, DINÂMICA DAS  CIDADES E PAISAGENS, realizado em Florianópolis no Brasil (2014). Link da página:  http://snpd.faed.udesc.br/. Artigo: http://www.eventos.ct.utfpr.edu.br/anais/snpd/pdf/snpd2014/755.pdf.

    XVI ENCONTRO NACIONAL DE PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL

    (O maior encontro da categoria na América Latina). Sua publicação nestes anais já atingiu  a marca de 150 downloads. Link da Página:   http://xvienanpur.com.br/anais/?page_id=26.

    Artigo: http://xvienanpur.com.br/anais/?wpfb_dl=164

    DEBATE ORGANIZADO PELA DW-ANGOLA EM LUANDA em que

    apresentou o tema: Sistema de circulação e transporte de Luanda. Link da página:  http://dw.angonet.org/pt-pt/forumitem/1297. Entre outros.

    JOSÉ CALÉIA CASTRO é Arquiteto e Urbanista, Mestre em Planejamento Urbano e

    Regional e Doutorando em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade do Vale  do Paraíba – SP (Brasil).  Atualmente seu local e objeto de estudo é o território de Angola, particularmente a  cidade de Luanda. Com foco principal no planejamento urbano e regional da capital e do processo de metropolização e informalidade que ainda crescem cada vez mais nesta região. Os musseques e a mobilidade urbana fazem parte do assunto central da sua atual pesquisa.

    Resumo

    Angola constituía, mesmo antes da colonização lusitana, um território com razoável grau  de organização e relações sociais e políticas. Com a chegada dos colonizadores, a partir do século XVI, Luanda passa a ganhar importância e torna-se a principal cidade do País.

    As políticas de gestão portuguesa e as guerras de libertação colonial (1961 – 1975) são fatos e eventos que influenciaram a atual conformação socioespacial. Embora os acontecimentos decisivos tenham se dado a partir de 1975 com o generalizado êxodo rural, ocasionado principalmente pelas situações de conflitos civis bélicos, engendrados  pelos três principais movimentos políticos (MPLA, UNITA e FNLA), as mobilizações migratórias para as periferias de Luanda, e mais tarde para o interior da cidade legalmente constituída, se intensificou principalmente, no período de (1975 – 2002). Este estudo concentrou considerável foco na década de (2003-2013), pois é neste que, apesar do retorno da estabilidade militar e politica, sinalizado como período de paz, ocorre o maior  e mais rápido crescimento demográfico e a maior expansão da mancha urbana de Luanda.

    As consequências deste processo se refletem de maneira aguda no território de Luanda,  através da disputa pelo espaço, marcadas também pela formação dos musseques (favelas)  e pela hegemonia e polarização regional. Apesar de deficiente e precário, o sistema de circulação e transportes atua como elemento estruturante e suporte fundamental para o funcionamento desta cidade. É essencialmente sustentado por uma insuficiente e debilitada estrutura viária e por uma modalidade de transporte artesanal, inserido num sistema de economia informal. Por outro lado, percebe-se uma competição acirrada tanto

    no espaço de circulação, quanto no urbano, entre a cidade legal e a cidade informal (musseques). O objetivo deste estudo é abordar e compreender os fatores que estiveram na base para a atual conformação social, urbana, bem como a apropriação do espaço territorial de Luanda, analisando-a, como objeto de planejamento urbano e territorial de Angola, apoiado nos parcos documentos existentes, dados iconográficos e em pesquisas de campo detalhadas adiante.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    “Mulher detida em Luanda após acumular dívida milionária em hotel de luxo

    Uma mulher de 36 anos assumiu uma identidade falsa de empresária e se hospedou em um hotel de luxo na região do litoral sul...

    “SIC desmantela rede de falsificação de dólares provenientes da RDC em Angola”

    O Serviço de Investigação Criminal (SIC) desmantelou uma rede de indivíduos angolanos que colaboravam com estrangeiros para introduzir dólares falsificados no país, provenientes da...

    Pinóquio: A Verdadeira História” traz emoção e diversão a 31 de Maio no ZAP Cinemas

    Luanda, 23 de Maio de 2024 – A emocionante estreia de "Pinóquio, a História Verdadeira" no ZAP Cinemas traz uma nova e divertida abordagem...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto