- Publicidade -

More

    José Peseiro, treinador da seleção da Nigéria, lamenta o colonialismo e pede desculpas a Angola

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Após a eliminação de Angola nos quartos-de-final do Campeonato Africano das Nações, por 1-0, José Peseiro, treinador da seleção da Nigéria, expressou profundo pesar pelo passado colonial de Portugal e dirigiu um pedido de desculpas aos angolanos.

    Em declarações à imprensa após o jogo, Peseiro, português, reconheceu que Portugal não teve um histórico positivo em solo angolano e manifestou arrependimento pelas ações do passado. Ele destacou sua admiração e afeto por Angola, assim como por outras nações africanas, como Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe.

    Peseiro enfatizou que os portugueses têm um apreço especial por Angola e expressou sua felicidade pelo desempenho dos Palancas Negras no torneio. Ele elogiou a qualidade da seleção nacional, descrevendo-a como uma equipe de alto nível, e teve a oportunidade de conversar com alguns jogadores, como Pedro Gonçalves, Fredy e Gelson Dala, este último com quem trabalhou no Sporting.

    Por fim, o treinador nigeriano encorajou Angola a manter a crença em sua capacidade de competir no cenário internacional, seja no Mundial ou no CAN, elogiando o progresso feito e a qualidade dos jogadores disponíveis para a seleção. Ele ressaltou a importância do trabalho em equipe e da determinação para alcançar o sucesso em competições futuras.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    BPC Alcança Lucro de 105,8 Mil Milhões Kz em 2023 Após 7 Anos de Prejuízos

    Após um período de sete anos enfrentando prejuízos, o Banco de Poupança e Crédito (BPC) conseguiu encerrar o ano de 2023 com um resultado...

    Tunjila Tuajokota lamenta falta de convites em eventos: “já não nos querem convidar”

    O grupo musical folclórico angolano, Tunjila Tuajokota, expressou, em entrevista ao Platinaline, nesta Quinta-feira (29) de Fevereiro, a sua preocupação com a falta de...

    Carlos Morais fala sobre a Possibilidade de Voltar a Jogar pela Seleção Nacional: “Se Eu Tivesse a Oportunidade, Eu Iria”

    Há quase um ano sem vestir a camisola da seleção nacional sénior masculina de basquetebol, o que tem gerado debates entre os analistas desportivos,...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto