- Publicidade -

More

    Jovens saem às ruas para exigir o fim do corte de cabelo obrigatório nas instituições

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Dezenas de jovens em Luanda saíram hoje às ruas da cidade para mostrar descontentamento às medidas adoptadas em muitas instituições públicas e privadas sobre o corte obrigatório de cabelo.

    Delegaram a marcha pacífica jovens que integram a Comunidade Pan-africana em Angola e o Movimento de Estudantes de Angola, que teve início por volta das 11 horas, no largo das Heroínas, e encerrou às 13 horas no largo dos Ministérios.

    Durante a marcha, os jovens exibiam cartazes com as seguintes legendas: “Não vou cortar o meu cabelo, corte você o seu preconceito” ; “Existem muitos bandidos carecas” ; “O Direito a diferença é constitucional” ; “Diga não a discriminação” ; “Não destruam a nossa identidade”

    A manifestação foi acompanhada por agentes do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional, que reuniram com os manifestantes no dia 9 de Setembro, para coordenação com os membros da Comunidade Africana em Angola e o Movimento de Estudantes de Angola.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    4ª edição dos “Prémios Tigra Nova Garra” reconhece 28 profissionais em diferentes áreas de actuação

    Os Prémios “Tigra Nova Garra” já fazem parte da agenda dos grandes eventos anuais que reconhecem talento, criatividade, esforço e compromisso social dos jovens...

    “Delero King cobra Taxa de 1 Milhão de Kz por Participação Musical”

    Na terça-feira, (23), teve lugar em Luanda a conferência de imprensa para anunciar os vencedores da 4ª edição dos “Prémios Tigra Nova Garra”, uma...

    Miguel Neto declara que denominação “música folclórica” é pejorativa para Angola e defende o termo “tradicional”

    O jornalista angolano Miguel Neto declarou, nesta Segunda-feira (22), durante a rubrica "Momento Cultural" do programa A Tarde é Nossa da TV Zimbo, que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto