- Publicidade -

More

    Kelly Silva revela ter perdido contratos e shows por dizer verdades

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Hélio Cristóvão

    Com mais de 27 anos de estrada, Kelly Silva falou em entrevista exclusiva ao PLATINALINE  sobre várias situações da sua carreira, nunca antes ditas. O autor de “5 minutos” fez revelações surpreendentes sobre o showbiz, especialmente sobre a arte na qual é predominante. Confira!

    PLATINALINE – Existe algum momento da sua trajectória artística em que considera ser mais significativo?

    KELLY SILVA – Acredito que o momento mais significativo da minha trajectória musical foi quando  fui convidado a fazer parte dos 100 jurados do concurso”Canta Comigo”, no Brasil, em 2018. Penso que, até o momento, foi também a maior conquista que tive. No meio de 99 estrelas brasileiras, eu fui o único cantor africano na história da televisão brasileira a ser convocado para um dos júris principais.

    PLATINALINE – Qual foi o maior obstáculo constatado e superado durante o seu percurso?

    KELLY SILVA – O maior  obstáculo que notei na minha trajectória musical foi o facto de eu cantar música romântica. Na altura, era visto como um cantor estrangeiro e não podia participar de grandes eventos nacionais e internacionais em que estava representada a bandeira de Angola, porque diziam que eu tinha ares estrangeiros. Felizmente, isto já não existe, acredito eu.

    PLATINALINE – Se pudesse recomeçar a carreira, o que faria de diferente?

    KELLY SILVA – Acho que escolheria melhor as pessoas com quem lidar, seria menos impulsivo, porque quando somos jovens, acabamos, às vezes, por  bater de frente com as pessoas, e num país como o nosso, onde é tudo à base de interesses políticos, principalmente, e à base de amiguismo, acho que seria um pouquinho mais coerente nas coisas e um pouquinho falso (rs).

    PLATINALINE – Já perdeu alguma coisa em detrimento de dizer o que pensa?

    KELLY SILVA – Já perdi muita coisa, eu era muito verdadeiro. Por exemplo, já perdi contratos, shows, perdi interação em alguns projectos que tinham a ver com a bandeira nacional. Já fui pago 500 Dólares como cachê, quando devia ser 20.000 Dólares, a tirar do bolso… E quando não aceitei, eu era automaticamente barrado em outros shows.

    PLATINALINE – O que julga ser mais importante na música?

    KELLY SILVA – O profissionalismo. Para mim, é o mais importante, independentemente da grandiosidade do evento. Quando falo em profissionalismo, estou a falar no seu todo, desde os arranjos, direcção musical, a sua apresentação, a produção em si… tudo isso reflete no seu profissionalismo.

    PLATINALINE: Já atingiu o ápice da sua carreira em Angola?

    KELLY SILVA – Ainda não. Graças a Deus, sou conhecido de Cabinda ao Cunene, mas ainda assim, para chegar ao topo da minha carreira em Angola, preciso de muito mais, principalmente no que concerne às empresas, parcerias, publicidades a representar marcas.

    PLATINALINE – O que considera ser um artista completo?

    KELLY SILVA – É aquele que tem bagagem suficiente para  representar a bandeira e T-Shirt que veste. Por exemplo, é um artista que só faz ao vivo, que respeite a carreira e, acima de tudo, que seja uma referência, uma marca.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Benvindo Magalhães descarta possibilidade de algum dia apresentar Telejornal: “Nunca”

    Por: Sara Rodrigues O apresentador de TV e locutor de rádio Benvindo Magalhães deixou claro em entrevista ao Platinaline que jamais, na história da televisão...

    4ª edição do Unitel Estrelas ao Palco será emitida às quintas-feiras

    Por: Sérgio Flávio Fotos: Rosário Duarte Foi realizada hoje (28), nas instalações do canal ZAP Viva, uma conferência de imprensa para divulgar detalhes sobre a...

    De vencedor a membro da mesa de jurados: O brilhante percurso de Anderson Mário no Unitel Estrelas ao Palco

    Por: Sérgio Flávio Vencedor da primeira edição do concurso Unitel Estrelas ao Palco, Anderson Mário é um dos poucos concorrentes de projetos do gênero que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto