- Publicidade -

More

    Kudurista Noite & Dia  levou 10 horas para concluir musica em colaboração com Mayacool

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A kudurista Noite & Dia foi, ao lado de Maya Cool, uma das protagonistas do espetáculo Unitel Encontro de Gerações, transmitido domingo último, na ZAP Novelas. O evento televisivo foi uma parceria Unitel, Arca-Velha e ZAP Novelas. A conhecida kudurista conta como foi a experiência de partilhar o palco com talentos de gerações diferentes da música angolana.

    Foi uma das artistas em destaque no Espetáculo Encontro de Gerações, transmitido para Angola no Canal ZAP Novelas, no passado dia 30 de Maio. Que balanço faz desta experiência?

    Confesso que estava muito ansiosa para fazer essa actuação em palco com o “papá Maya”, como eu carinhosamente trato o Maya Cool. Para ele, já não era uma novidade cantar com uma kudurista, pois já o havia feito com a Fofandó. Mas, para mim, foi completamente novo, cantar com um artista com a dimensão e valor do Maya Cool. Então, foi uma grande responsabilidade poder partilhar o palco com esta referência da nossa música. Foi algo especial e que jamais poderei esquecer.

    Antes, ele era um ídolo para si, agora tornou-se um colega, com quem teve agora a oportunidade de trabalhar directamente. Como foi gerir todos estes sentimentos?

    Primeiro, devo referir que ele é uma grande pessoa e um grande professor; uma espécie de pai. Confesso que, inicialmente, tive dificuldade para dominar a música, mas graças a ele, consegui enquadrar-me com a música no seu todo. Foi paciente e o resultado foi esse: apresentamos ao público um bom produto musical. Só para terem uma noção do nível de paciência dele, começamos a gravar às 17 horas e apenas terminámos às 3 da madrugada. Foi uma experiência agradável porque pude beber um muito do lado profissional dele.

    Quantos anos tinha quando ouviu Maya Cool pela primeira vez?

    (Risos). Sinceramente, não me lembro. Eu era uma bebezinha. Quando o Maya Cool começou a cantar, ele ainda era um menino; eu nem sequer ainda não era nascida. Ou seja, quando eu nasci já encontrei músicas do Maya Cool a fazerem sucesso. Por outras palavras, ele é uma inspiração desde o meu nascimento. Era um showman e não tinha como não ser um ídolo para a minha geração.

    A vossa música se intitula “Cobiça”. Qual é a história desta canção?

    É uma música que procura passar a mensagem para a não adesão à práticas socialmente tóxicas, como dívida, mentiras, inveja, cobiça pelo bem alheio. No fundo, queremos transmitir a ideia de que é preciso ter cuidado com o fenómeno cobiça, porque ela está presente em todas as etapas da nossa vida do ser-humano.

    Foi óptimo ouvir conselhos e regras dos mais velhos

    Já agora, de quem é a letra?

    Somos os dois autores da letra. Sentámos, analisamos e chegamos a um consenso sobre a mensagem da canção.

    Qual é a sua opinião sobre o papel o social e cultural do projecto Encontro de Gerações?

    Esta união de gerações de músicos ajuda a própria música. Nova e antiga geração têm sempre coisas positivas para transmitir uma à outra. Há que cruzar as valências que cada uma tem. Por isso, só posso endereçar os parabéns à Unitel, à Arca Velha e também à ZAP Novelas, por permitir que as pessoas em casa pudessem ver ao vivo quão bonito e especial esse projecto é. É algo jamais visto. Foi óptimo ouvir conselhos e regras dos mais velhos.

    Acreditamos que já terá ouvido todas as músicas do Encontro de Gerações: Volume 2. Qual é a sua música favorita?

    Está difícil escolher uma preferida, porque todas são boas.

     

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Figuras públicas mostram-se tristes pela não convocação de Bastos Kissanga nos jogos contra Eswatini e Camarões

    Depois de conhecida a lista final de convocados do técnico Pedro Gonçalves para os próximos jogos de qualificação ao Campeonato do Mundo 2026, a...

    Santo Cézar Revela Renda Mensal de Fotógrafo Profissional: “Um Milhão por Mês”

    Por: Liliana Victor Durante o programa Dia Alegre na Platina FM, o fotógrafo Santo Cézar compartilhou detalhes sobre a realidade da fotografia em Angola, revelando...

    Malunne revela interesse amoroso por um artista da nova geração: “A pessoa sabe, falamos com frequência”

    Por: Sara Rodrigues Ao que tudo indica, a menina cresceu e está de olhos em um músico da nova geração. Sem muitos detalhes adicionais, a mais...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto