Ligas de Futebol ao Rubro na Europa

0
152

AC Milan perde liderança, Real ameaça Atlético

O futebol na Europa continua na DStv, nos canais SuperSport, e com o avançar das jornadas, e a medida que as principais ligas entram para a fase decisiva, vão ganhando maior emoção.

Em Espanha, os recentes desaires do Atlético de Madrid renovaram a esperança para os eternos rivais, Real Madrid e Barcelona, ambos agora com menos 10 pontos que o líder.  

Na Itália, depois do derby de Milão (3-0 para o Inter), o Internacionale de António Conte, assumiu a liderança e vai fazer de tudo para a conservar a vantagem. Contudo ainda faltam 15 jornadas para se jogar e 30 pontos em disputa… o que quer dizer que há ainda muito caminho a percorrer.

Na Inglaterra, neste fim-de-semana teremos o Chelsea a receber o Manchester United em Stamford Bridge, na noite de domingo, 28 de fevereiro. O confronto é fundamental para as ambições de ambas equipas em garantir um lugar entre os quatro primeiros e a Liga dos Campeões da UEFA para 2021-22.

As equipas empataram sem golos quando se enfrentaram pela última vez em outubro de 2020, mas nenhuma delas pode se dar ao luxo de tal impasse desta vez, com a construção de um impulso para um final de temporada forte absolutamente fundamental neste momento da campanha.

O técnico do Chelsea, Thomas Tuchel, adaptou-se bem aos Blues, embora tenha admitido que pode irritar algumas peças na sua busca pelo sucesso para o clube: “Só porque me estou a esforçar para ser gentil com vocês [a mídia] não quer dizer que me estou a esforçar demais para que todos me amem no balneário, porque isso não existe e não é necessário”, explicou.

 

Posso ser um gritador? Sim, se for necessário, posso ficar totalmente emocionado e gritar se tiver a sensação de que é o momento de o fazer e de o surpreender. Eu não faço coisas para ser amado por todos no balneário.

 

Por seu turno, o técnico do Man United, Ole Gunnar Solskjaer, insiste que a sua equipa não luta por uma vaga no segundo lugar – apesar de estar bem longe do ritmo estabelecido pelo líder Manchester City: “Ninguém sabe esta temporada, é tão imprevisível, a vida está tão imprevisível. Tudo pode acontecer. Claro, não vamos nos contentar com o segundo, claro que não.

A rodada também conta com o Leicester City a receber o Arsenal no domingo – que verá as estrelas africanas Wilfred Ndidi e Pierre-Emerick Aubameyang a enfrentarem-se – enquanto o Man City terá como objectivo cimentar a sua liderança em casa sobre o West Ham United.

Em Espanha, o Sevilla receberá o Barcelona no Estádio Ramon Sanchez Pizjuan na noite de sábado, 27 de fevereiro. As duas equipas estão na corrida pelo título, mas o cenário mais realista é ainda e apenas a garantir uma vaga entre os quatro primeiros e o futebol da UEFA Champions League para a próxima temporada.

As duas equipas enfrentaram-se recentemente na Copa del Rey, com os andaluzes convencidos de que se equiparam aos catalães neste confronto da liga: “Para competir com eles é preciso estar ao mais alto nível e o Sevilla conseguiu”, disse o técnico Julen Lopetegui.

Tiveram momentos porque têm muita qualidade, mas conseguimos conviver com eles. No entanto, ainda temos o mais difícil de fazer, que é enfrentá-los novamente na La Liga.

Os Blaugrana, por sua vez, mostraram forte forma no domínio interno nas últimas semanas e o técnico Ronald Koeman está confiante para a viagem ao Sanchez Pizjuan: “A equipa está bem. Estamos confiantes de que podemos vencer a partida, sabendo que vamos jogar contra um bloco forte”, disse o holandês.

A rodada brinda-nos com o campeão Real Madrid num confronto complicado em casa contra o Real Sociedad na segunda-feira, 1 de março, no jogo que encerra a 25ª jornada. O técnico do Los Blancos, Zinedine Zidane, está preocupado com o aumento de lesões: “Não entendo isso, já tivemos tantas [lesões] e estou preocupado”, admitiu o francês.

Em outro lugar, o Villarreal de Samuel Chukwueze espera reduzir as esperanças de título do Atlético de Madrid quando as equipas se enfrentarem no Estadio de la Ceramica na noite de domingo, 28 de fevereiro, enquanto Eibar e Huesca lutarão por três pontos, para evitar a descida.

No principal jogo da Série A, a Roma recebe o AC Milan no Stadio Olimpico, na “Cidade Eterna”, na noite de domingo, 28 de fevereiro. O confronto pode ser crucial para ambas as equipas, com os Giallorossi no percurso por uma vaga na UEFA Champions League da próxima temporada, enquanto os rossoneri tentarão recuperar a posição de líder do campeonato.

As equipas jogaram um thriller de 3-3 quando se encontraram pela última vez na Série A, em outubro de 2020, onde o técnico da Roma, Paulo Fonseca, foi elogiado pelo ala Pedro pela mentalidade que trouxe para o clube da capital.

Ele é um vencedor, ele sempre se prepara para uma partida com apenas uma coisa em mente – vencer. Às vezes, durante a semana, ele muda alguns detalhes, como a forma como pressionamos ou jogamos contra um determinado adversário, e isso mostra o seu desejo de sempre querer vencer”, disse o ex-avançado do Barcelona e do Chelsea.

O técnico do Milan, Stefano Pioli, pediu aos seus pupilos que aprendam como vencer mesmo quando não se joga bem: “Percebemos que se não jogarmos a um determinado nível ficaremos constrangidos. Não somos uma equipa capaz de vencer de verdade. Procuramos sempre focar no passe, na intensidade e no andamento, por isso, se não tivermos esses elementos, não seremos tão eficazes”, disse o patrão rossonero.

Com o Milan em acção no último jogo da rodada, os seus rivais do Scudetto, Juventus e Internazionale, esperam pressioná-los com vitórias. Os “bianconeri” enfrentam o Hellas Verona na noite de sábado, enquanto os “nerazzurri” recebem o Gênova na tarde de domingo – partidas respectivas que Andrea Pirlo e Antonio Conte contam vencer com relativa facilidade.

Jogos, disputadas e grandes emoções para acompanhar nos canais SuperSport, exclusivos da DStv. E para mais informações, visite: www.dstvafrica.com/pt

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments