- Publicidade -

More

    Lil Saint diz que cobra no “mínimo”1 milhão de kwanzas para uma produção musical

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    António Nunes Da Cunha Correia, conhecido nas lides musicais por Lil Saint, em entrevista ao Platina F.M, no programa Showbiz Talk, conduzido por Sérgio Flávio, afirmou que cobra no mínimo um milhão de kwanzas para produção de uma música, porque tem como garantia o sucesso da música a ser produzida por ele.

    “Não gosto de cobrar menos de um milhão, por isso é que reduzi um pouco na minha frequência na produção. Imagina que eu faço uma música que vai te gerar dez, vinte a sessenta milhões de kwanzas, tu pagas a exclusividade do instrumental, tu não pagas o direito do instrumental,” afirmou o artista.

    O autor do hit “Duya” afirmou ainda que é justo ser bem renumerado porque a música por ele produzida vai gerar boas e consideráveis receitas a quem cantar. O jovem da Maianga fez saber ainda que pode produzir todos os estilos musicais desde Kuduro, Semba, Afro-House, Hip-Hop, kizomba e Rock.

    Vale realçar que o Lil saint começou a sua carreira artística como produtor e só depois começou a cantar.

    Por: Joaquim Manuel

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Presidente da República Inaugura Hospital Geral de Viana, Bispo Emílio de Carvalho, Construído pela Multinacional Alemã VAMED

    O Presidente da República de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço, presidiu hoje à inauguração do Hospital Geral de Viana, Bispo Emílio de Carvalho, uma...

    Jovem angolano Jessé Paulo lança livro “Tomos de Apoio Para o Nível A1 de Espanhol”

    Por: Sara Rodrigues Jessé Paulo, um jovem criador de conteúdo digital, escritor e CEO e fundador do Projeto Social "Quero falar Espanhol" no Instagram, acaba...

    Neth Nahara torna-se pregadora na cadeia de Viana e pode ver sua pena reduzida por bom comportamento

    A influenciadora digital Neth Nahara, cuja pena de prisão aumentou de seis meses para dois anos em outubro do ano passado, após um pedido...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto