- Publicidade -

More

    Lubango tem oito prédios em risco de ruir

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Pelo menos oito edifícios antigos e imponentes, do município do Lubango, província da Huíla, inspiram manutenção permanente, sob pena de comprometer a estrutura e desabarem, dizem as autoridades.

    O problema se arrasta por mais de 20 anos, mas a queda de um edifício, na semana passada na rua Comandante Valódia, em Luanda, reacendeu o debate sobre o assunto, sobretudo por tratar-se de estruturas privadas, cujos proprietários negligenciaram as manutenções.

    Todos estão fixados no casco urbano e de entre eles destaca-se o edifício dos Laureanos (o maior da província, com mais de 60 apartamentos), o Armazéns do Porto, o Maconge, o Bambu, o da Identificação e o da Conservatória da Huíla.  

    Ao todo, perto de 800 pessoas correm o risco permanente de vida, sobretudo no dos Laureanos, com a base tomada por águas paradas e do Armazéns do Porto, que há 25 anos perdeu dois dos seus pilares de sustentação frontal num acidente que envolveu um camião militar.

    Em entrevista à ANGOP hoje, segunda-feira, no Lubango, o director do Gabinete Provincial de Infra-Estruturas e Serviços Técnicos da Huíla, Rosário Ima Panzo, referiu que os edifícios citados são os que mais inspiram cuidados.

    Declarou que em função disso, têm trabalhado com os moradores e as administrações do bairro e do município, no sentido de manterem em bom estado de conservação os sistemas de esgotos, saneamento, hidráulicos e de electricidade, que acabam por ser os elementos principais para a corrosão das fundações.

    Reforçou que são edifícios que para além de serem antigos precisam de manutenção dos seus elementos principais e estruturais, o que tem tido uma constante por parte das autoridades há mais de seis anos.

    “Os edifícios já foram alistados e a situação comunicada a Luanda e temos tido indicações, no sentido de monitorar o estado de conservação. Recebemos uma equipa do Laboratório de Engenharia de Angola que fez as aferições necessárias e deixou as recomendações”, explicou.

    Frisou que a maior parte desses edifícios são privados, os seus apartamentos foram alienados no âmbito da venda do património habitacional do Governo, mas sendo estruturas em que habitam famílias ou pessoas, é sempre de interesse público.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    BCI Vai lançar novo produto especial para função Pública

    O processo de adiantamento salarial, que se encontra temporariamente suspenso, no Banco de Comércio e Indústria (BCI), vai ser retomado a partir de Junho...

    “BCI Lança Nova Identidade para Melhor Servir Clientes Angolanos”

    Com o lema "Mudamos por si", o BCI, o primeiro banco comercial no período pós-independência de Angola, passa a contar a partir desta segunda-feira...

    Nelo Jazz lamenta falta de programas educativos na TV: “Não há nenhum programa de educação”

    O veterano ator Nelo Jazz, conhecido pela sua inesquecível interpretação como Papá Ngulo, lamentou recentemente a ausência de programas educativos na televisão, especialmente no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto