- Publicidade -

More

    Mais de 400 habitações e 70 lojas já estão concluídas e disponíveis na Centralidade de Cabinda

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Foi hoje oficialmente inaugurada a Centralidade de Cabinda, desenvolvida e construída pela Kora, subsidiária do Grupo Mitrelli. O projecto, da responsabilidade do Ministério das Obras Públicas, Urbanismo e Habitação, compreende um total de 2.940 unidades habitacionais de tipologia T3 e 180 lojas e, nesta primeira fase, estão já concluídas e disponíveis 470 habitações e 72 lojas.

    Estiveram presentes na inauguração a ministra de Estado para a Integração Social, Dalva Ringote, o ministro das Obras Públicas, Urbanismo e Habitação, Carlos Alberto dos Santos, o secretário de Estado do Urbanismo e Habitação, Manuel Canguezeze, a governadora da província de Cabinda, Mara Baptista Quiosa, vice-governadores da província, o presidente do Conselho Executivo do Fundo de Fomento de Habitação (FFH) e o director-geral adjunto do Instituto Nacional da Habitação (INH), assim como Rodrigo Manso, director-geral do Grupo Mitrelli para Angola, e Henrique Costa, director-geral da Kora.

    “Este é um projecto de extrema importância para a população de Cabinda, que vai proporcionar um conjunto de comodidades e infra-estruturas aos seus residentes. Estou certo que a Centralidade de Cabinda se vai tornar numa comunidade vibrante e próspera, proporcionando aos seus residentes uma elevada qualidade de vida e um leque de oportunidades de crescimento e desenvolvimento”, afirma Henrique Costa, director-geral da Kora.

    A Centralidade vai proporcionar aos beneficiários um posto de atendimento para a entrega dos imóveis. Com vista a garantir uma assistência inicial aos beneficiários, será também disponibilizada uma linha de atendimento, 24 horas por dia, todos os dias, através de chamada telefónica para o número 923 166 740.

    As primeiras 470 habitações vão permitir dar resposta a aproximadamente 3.300 pessoas, sendo que após concluído todo o projecto, são esperados perto de 21.000 habitantes. Já as lojas, com 34 metros quadrados, poderão ser adquiridas por empresários e empreendedores.

    Ao nível dos equipamentos sociais, nesta primeira fase, estão já concluídos um Posto de Polícia, um Centro de Saúde e uma Escola Primária com 24 salas. Até à conclusão do projecto serão ainda construídos mais uma Escola Primária com 24 salas, dois Jardins de Infância com nove salas, dois

    Para informação adicional, por favor, contacte:
    Sandra Portugal . Agência BAT . +244 943 339 633 . sandraportugal@me.com

    Centros Infantis, uma Escola Secundária com 12 salas, um Instituto Técnico Profissional, um Campo de Futebol e três Quadras Desportivas, num total de 14 equipamentos sociais.

    A Centralidade de Cabinda abrigará também um projecto de integração social, financiado pela Kora – o PIM, que visa “a promoção de actividades para a preservação das infra-estruturas e a promoção do laço social, incluindo a realização de acções de formação, capacitação e criação de actividades comunitárias, com o objectivo de garantir uma integração saudável para todos os moradores”, explica Henrique Costa.

    O projecto inclui ainda um sistema completo de tratamento e abastecimento de água e uma estação de tratamento de águas residuais, bem como uma extensa rede viária e uma subestação para fornecimento de energia eléctrica.

    No desenvolvimento do projecto e construção da Centralidade de Cabinda, o director-geral da Kora destaca ainda que cada filial do Grupo Mitrelli possui uma experiência comprovada no seu sector, e que para implementar projectos mais complexos, as várias empresas trabalham em conjunto.

    A sinergia multidisciplinar é um factor diferenciador e um multiplicador de forças do Grupo Mitrelli, constituindo um valor acrescentado para a rápida progressão dos projectos e para os clientes. Neste âmbito, destaca-se na Centralidade de Cabinda o trabalho das congéneres da Kora, como a Ossi Yeto na instalação da subestação eléctrica, a Owini no desenvolvimento das Estações de Tratamento de Águas (para consumo e residuais) e a Focus Education na Escola Primária.

    Às comunidades urbanas implementadas pela Kora, empresa especialista na promoção imobiliária, está associado um conceito que ultrapassa o processo de habitações, já que o seu grande objectivo passa por criar um local adequado para as famílias e as comunidades viverem e prosperarem, munidas de modernos equipamentos e infra-estruturas que proporcionam merecidas condições de vida.

    A par do trabalho desenvolvido ao nível do planeamento e desenvolvimento urbano, a Kora tem também a experiência de implementação de projectos de habitação em áreas predominantemente rurais, com características e contextos específicos.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto