Manecas Costa eleva pela primeira vez a bandeira da Guiné-Bissau entre os nomeados aos AFRIMA

0
81

Por: Stella Cortêz

O músico da Guiné-Bissau, Manecas Costa, que reside e trabalha em terras lusitanas, em função da colaboração estreita que mantém com colegas dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, integra na lista dos nomeados dos AFRIMA 2021.

Com duas nomeações aos AFRIMA 2021, considerados os Grammys de África, fruto da sua colaboração com os Calema, Pérola e Soraia Ramos no tema de grande sucesso “Kuá Buaru”, o artista, que se encontra actualmente em Luanda para acompanhar Paulo Flores numa série de espectáculos ao vivo e que participou também no show dos Calema no Clube S, tem sido músico de eleição de vários nomes sonantes da lusofonia como Yuri da Cunha, Djodje, C4Pedro, Nelson Freitas, Dino Santiago e a fadista Ana Moura, entre outros, tendo colaborado com os mesmos em inúmeros shows e temas de sucesso.

Além do guineense, constam entre os nomeados os angolanos Matias Damásio, Anselmo Ralph, C4Pedro, Prodígio, Paulo Flores e Moobers, bem como o radialista Afonso Quintas.

De salientar que os AFRIMA 2021 terão lugar de 18 a 21 de Novembro, em Lagos, Nigéria, e Manecas Costa faz história, tornando-se no primeiro artista da Guiné-Bissau a assegurar nomeações nesta importante celebração do talento musical africano, nas categorias de “Melhor Colaboração Africana” e “Melhor Grupo, Duo ou banda Africana”.

Manecas Costa é, há vários anos, considerado um dos principais embaixadores da música da Guiné-Bissau pelo mundo, tendo já sido destaque num documentário realizado pela grande cadeia de televisão internacional BBC.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments