- Publicidade -

More

    Maria Borges “Já passei a fase de ser simplesmente uma modelo”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     Modelo internacional, Maria Borges encontra-se em Luanda de férias e, desta feita, aproveitou a oportunidade para promover actividades filantrópicas com o apoio da família e dos amigos

     

    Texto: Maura Gueve

     

    Natural de Luanda, estreou-se, em 2010, no concurso ‘Elite Model Look’, pisou a sua primeira semana de moda em 2012 e, na estreia, fez um total de 17 desfiles, incluindo ‘Givenchy’, no qual assinou um contrato de dois anos. Hoje, a entrevistada soma campanhas e capas de revista para prestigiadas marcas, entre elas, ‘Tom Ford’, ‘Kenzo’, ‘Marc Jacbs’, ‘Victoria`s Secret’ e ‘Mac’. A viver actualmente nos Estados Unidos da América, Maria pretende dedicar parte do seu tempo às actividades de caridade.

    “É um sonho meu, desde criança, e, graças a Deus, com a ajuda da família e dos amigos, consegui realizá-lo”, declarou. 

     

    Que avaliação faz da sua carreira? 

    A minha carreira só está a começar,  ainda há muito por fazer. Graças a Deus, a cada dia tenho dado mais um passo na vida para a realização dos meus sonhos; portanto, penso que estou a caminhar bem.

    Apesar de alguns nomes de angolanos estarem a fazer sucesso no estrangeiro, nota-se ainda pouca promoção da moda no país. Qual é a sua opinião em relação a este facto?

    maria-borges-model-haircut-pink-lipstick-4.jpg

    Do meu ponto de vista, a moda em Angola está muito bem, e claro que ainda temos muito que melhorar em vários aspectos. Já se notam passos largos a cada dia que passa. Os eventos de moda de hoje têm muito mais qualidade do que anteriormente. Outro aspecto relevante é a sua divulgação através dos meios de comunicação social. Os órgãos de informação têm um papel importante na propagação dos trabalhos feitos pelos profissionais modelos, estilistas e promotores de eventos. Isso mostra que o seu desenvolvimento depende de um trabalho de vários especialistas.

    Segundo estudiosos, nenhum ser humano é auto-suficiente. Como lida com as críticas? 

    Sou uma mulher batalhadora,  que torna o impossível em possível. Graças a isso, com humildade e generosidade, levo a vida e o meu trabalho.

    maria-borges-pink-lipstick-haircut-2.jpg
    Começou por desfilar aos 18 anos. Que conselho deixaria a quem pretenda abraçar a carreira de modelo? 

    Lembrar que a educação está em primeiro lugar. É muito importante também falar muitas línguas, sobretudo o inglês e o francês. Por outro lado, é fundamental encontrar uma boa agência ou um bom empresário; ter auto-estima, nunca desistir dos objectivos e correr atrás dos sonhos com o apoio da família, que é o nosso porto-seguro

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Restos mortais de Ângelo Victoriano repousam na Santa Ana

    Os restos mortais do antigo basquetebolista Ângelo Victoriano repousam, desde hoje, quarta-feira, no cemitério do Santa Ana, em Luanda. Ângelo Victoriano, o segundo angolano a...

    Coca-Cola e Química Verde levam água potável à província do Bengo com Biofiltros

    Por Sara Rodrigues Fotógrafo: Joaquim Manuel A Coca-Cola, em parceria com a Química Verde, implementou nesta quarta-feira, 17 de abril, uma iniciativa para proporcionar água potável...

    “O mundo não aprecia coitados nem perdedores”, diz Teresa Sara

    A atual Miss Angola Internacional, Teresa Sara, deixou um conselho para as jovens que a veem como modelo. Em sua abordagem, aconselhou-as a lutar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto