- Publicidade -

More

    Marisa Gonçalves: “Ninguém me vai dizer que passei pelo teste do sofá para singrar em todas as conquistas”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Solterísima e cada vez mais apaixonada, essas foram as palavras de Marisa Gonçalves mãe de Catarina Priscila, Sérgio Eduardo e Catarina Gonçalves, modelo muito talentosa formada em Jornalismo de 1,76 de altura e tem a cor azul e cinzenta como as suas preferidas.  

    Por: Iraneth da Cruz

    Platina Line: Como e quando tudo começou?
    Marisa Gonçalves: Começou há mais de 10 anos por uma mera curiosidade, uma vez que eu era “Maria rapaz”, fazia carros de lata, andava com os rapazes, jogávamos a bola aí no antigo campo do “Cemitério Alto das Cruzes”, descia o kinaxixi com dois paus dentro de uma lata que fazia rolar o pneu e também de jante. Era tão traquina que não acredito até hoje que sou uma pessoa responsável, na Boavista tinha um navio abandonado, eu e os meus amigos mergulhávamos a partir dai, sem medo e sem receios. Participei em concursos de beleza, já fui Miss Puniv, Miss Simpatia, até rainha do Carnaval já fui, apesar de ter sido atleta federada, mas a moda tomou conta dos meus sonhos.

    Marisa_4.jpg

    Platina Line: Ser modelo sempre foi a sua paixão, porquê?
    Marisa Gonçalves: Não, a moda foi uma curiosidade quando comecei tudo que me apetecesse eu fazia o que significa dizer que tudo que fiz até hoje foi por paixão.

    Platina Line: Desde sempre contou com o apoio da sua família. Explique?
    Marisa Gonçalves: A minha família é a minha base sólida, que não verga, acredita, abençoa, da maneira mais purificada, presente, confiante e acima de tudo, positiva.

    PL: Desde que se tornou modelo, já se deparou com alguma situação constrangedora. Pode revelar?
    MG: O respeito e a boa educação da minha general sempre prevaleceu, tentativas sempre fizeram parte de todos os sectores mas cabe a cada um saber ser e estar, pois ninguém nasceu sábio, apenas é moldado pela sociedade, com base no berço. Ninguém me vai dizer que a Marisa Gonçalves passou pelo teste do sofá para singrar em todas as conquistas. Orgulho-me de mim e do apoio dos meus amigos, da bênção que recebo da minha diva (mãe) e da minha família, tenho filhos e sobrinhos maravilhosos que esbanjam-me de alegria e dão-me mil e um motivos para amar ainda mais a vida e respeitar o próximo. A Marisa não foi longe por azar se calhar, por assédios, e depois a vantagem de ter um padrinho na cozinha contava muito, e se calhar também não estava com as pessoas certas, mas nunca fui obrigada a nada apesar dos assédios, mas a Marisa priorizou a maternidade por sentir um amor especial ao sentimento único.

    PL: Marco importante na sua vida profissional?
    MG: Todos os momentos da minha vida são importantes, assim os considero, porque cada passo foi dado com rigor, carinho e respeito, é verdade que desfilar para o Moçambique fashion week, South África Fashion Week, Charity Show, Publicidades, Expo Milão, e aqui no nosso país participo e não em todos, mas a maioria dos eventos, é de facto um sentimento único, ser considerada The Best Catwalk de uma agência Sul Africana é unique.
    Faço da minha carreira o pote de ouro, já passei por situações difíceis, mas eu sou muito forte e não desisto nem com conselhos, eu acredito em mim, sempre acreditei em mim, pois procuro aprender com o erro dos outros, apoiar se for necessário. Sou comunicativa e não faço fretes.

    Marisa_3.jpg

    PL: Em poucas palavras, fale um pouco sobre o seu trabalho e diga como é uma semana típica de trabalho?
    MG: Trabalho de domingo à domingo. Sou secretária executiva de um banco, sou mãe a 100% tenho um programa diferente com os meus filhos, do karaokê, a mergulhos, dança, viagens. A minha família em primeiro lugar, então procuro sempre conciliar para que estejamos sempre em sintonia e na maior alegria.

    PL: O que pensa dos modelos angolanos?
    MG: Verdadeiros modelos acreditam no seu potencial, há também os que têm que ser mais naturais, humildes e profissionais. Não basta estar numa capa de revista para ser estrela, a humildade vem do mais profundo, há modelos de se tirar o chapéu, e aqueles que devem trabalhar um bocado mais, acreditar no seu potencial e não encarnar um personagem fictício.

    PL: Já se consegue viver da moda (em particular) em Angola, porquê?
    MG: Existem dependentes da moda que acreditam que vivem da moda, em minha opinião os modelos devem formar-se, apostar mais na formação, quem vive da moda trabalha no exterior não em Angola. Por mais que se ame o mundo da moda, tem que aprender mais alguma coisa, para que tenha uma balança equilibrada, não falo isso pelo facto de ser mãe, antes pelo contrário, a dependência é terrível, então, é bom que haja mais alguma coisa, para que também haja mais respeito, pois não há nada melhor que ser independente e evitam-se outros caminhos, como, a delinquência, prostituição.

    PL: Descreva para nos o que mais gosta naquilo que faz?
    MG: Gosto de manter-me ocupada, dar o meu contributo, gosto de ser mãe, acordar e preparar o pequeno-almoço para os meus filhos, fazer cafuné a minha mãe, estar rodeada de boas pessoas, namorar intensamente, estar de bem com a vida.

    Marisa_2.jpg

    PL: Qual foi o desfile mais marcante da sua vida, dentro e fora de Angola. Porque?
    MG: Tanto dentro como fora do país, foram marcados pela diferença do meu profissionalismo. Quando digo nas entrevistas que manequim é um cabide, seja em que parte do mundo for eu carrego a minha cruz do profissionalismo e represento da melhor maneira o tema do evento.

    PL. Que prémios ou nomeações, já teve a oportunidade de receber, e onde os recebeu?
    MG: Já cheguei a estar entre as três melhores manequins revelação em 2003, mas os troféus de melhor modelo de Angola surgiram este ano no Moda Luanda, Moda Benguela e agora estou nomeada para o troféu de melhor modelo uma vez mais no Angola Fashion Awards.

    PL: Como consegue conciliar a sua vida profissional com a pessoal?
    MG: Sou automática, funciono a velocidade da luz (risos), e consigo fazer parte de tudo que me rodeia, enquadro com Natação, Atletismo, Karaokê,trabalho de escritório e de passerelle. Há tempo para tudo.

    PL: Quando não está trabalhar “tempos livres”, o que costuma fazer?
    MG: Estou sempre a trabalhar, ao ponto de às vezes levar os meus filhos.

    PL: Como é a convivência com os seus colegas de trabalho?
    MG: Extraordinária, sou bastante comunicativa, assim como sou nos bastidores nos dias de desfile.

    PL: Descreva o que mais gosta naquilo que faz?
    MG: Faço tudo com amor, gosto de pôr a mão na massa e sentir atempadamente o resultado final, em tudo que faço, acredito sempre num final positivo.

    PL: Quem a conhece sabe que Marisa Gonçalves gosta de…?
    MG: Pessoas honestas, estar com a família e amigos, viajar, chocolate e coca cola.

    PL: Quem a conhece sabe que detesta de…?
    MG: Falsidade e atrasos.

    PL: Sente-se uma modelo realizada? sim/não. Porquê. O que falta?

    MG: Falta sempre alguma coisa, o importante é continuar a trabalhar e acreditar nos seus objectivos seja em que sector for.

    PL: Se lhe dissessem para escolher uma agência de moda a nível internacional para fazer parte qual escolherias e porque?
    MG: Nesta fase da minha vida, a minha agência é o amor que sinto pelos meus filhos e a minha família, quando surgir a agência criamos uma base a partir daqui, para que se internacionalize mais o país que está na moda.

    PL: Por fim, diga-nos alguma coisa que ainda não tenha feito mas que gostaria muito de o fazer?
    MG: Vou manter a resposta para mim e responder no momento oportuno para não errar.

    Marisa_2.jpg

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Benvindo Magalhães descarta possibilidade de algum dia apresentar Telejornal: “Nunca”

    Por: Sara Rodrigues O apresentador de TV e locutor de rádio Benvindo Magalhães deixou claro em entrevista ao Platinaline que jamais, na história da televisão...

    4ª edição do Unitel Estrelas ao Palco será emitida às quintas-feiras

    Por: Sérgio Flávio Fotos: Rosário Duarte Foi realizada hoje (28), nas instalações do canal ZAP Viva, uma conferência de imprensa para divulgar detalhes sobre a...

    De vencedor a membro da mesa de jurados: O brilhante percurso de Anderson Mário no Unitel Estrelas ao Palco

    Por: Sérgio Flávio Vencedor da primeira edição do concurso Unitel Estrelas ao Palco, Anderson Mário é um dos poucos concorrentes de projetos do gênero que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto