- Publicidade -

More

    Miguel Hurst é uma das atracções desta semana no "Conexões"

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    No programa “Conexões” deste sábado, dia 12 de Julho a apresentadora Heloísa Jorge acompanha a baiana do acarajé Rita Santos durante o processo de preparação da iguaria que, além de estar entre as preferências gastronómicas dos baianos, tem forte tradição no Candomblé. O acarajé é um prato que nasceu na Nigéria, mas tornou-se o mais famoso da Bahia. Mais que uma comida, o acarajé representa o sustento, a afirmação da origem africana e a passagem da tradição por meio das gerações entre muitas famílias.
     
    Conexoes_10_3.jpg
     

    No quadro Idas e Vidas, vamos assistir à interessante história de Johnny Row Quashi, que veio para Salvador há 12 anos e tornou-se comerciante na cidade nordestina. Ele é professor de Ioga, e aprendeu a arte da meditação ainda jovem durante uma viagem que fez à Índia. Foi em Salvador que Johnny criou raízes e construiu a sua família. Hoje, ele é dono de um restaurante e tem ao seu lado a sua esposa e os filhos, aproveitou para deixar uma mensagem aos telespectadores brasileiros e africanos: “Acho que todo mundo tem grande capacidade para alcançar o seu sonho na vida.” O programa conhece ainda um pouco da história da Banda Abayomy Afrobeat Osquestra e sua mistura dos ritmos brasileiros à batida nigeriana.

     

    Conexoes_10_4.jpg

     

    Quim Fasano no seu Candongueiro passeia com o actor e produtor cultural Miguel Hurts para conhecer mais sobre a vida do fundador do Grupo de Teatro Pau Preto, o único grupo formado apenas por actores negros em Portugal. Miguel não esconde o orgulho por ter conseguido se aproximar do público africano do teatro numa época em que essa integração não era tão comum. O actor também lembra sua actuação como director do Instituto Angolano de Cinema Audiovisual e Multimedia e, convidado por Quim, visita o Teatro Elinga de Angola. Miguel revela que o Elinga foi o palco da sua primeira actuação em Luanda e relembra as experiências artísticas que viveu no local.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Pedro Gonçalves chega à marca dos 50 jogos com Palancas Negras

    Por: Helder Lourenço O seleccionador Pedro Gonçalves atingiu a marca dos 50 jogos como timoneiro da selecção nacional de Angola e descreve este marco como...

    Sérgio Moikano revela motivos que o levaram a sair do grupo “Deixaram-me no Zango 8 mil, saí de lá de candongueiro às 3h, só...

    Durante uma entrevista feita, recentemente, no programa 'A Tarde é Nossa', da Tv Zimbo, o kudurista angolano Sérgio Moikano revelou verdadeiramente os motivos que...

    “A lei do retorno não falha”, diz C4 Pedro sobre as várias participações musicais que tem feito  

    Por: Luzingamu André  O músico angolano C4 Pedro, conhecido também por “Mister Arrogante”, falou recentemente em entrevista ao Platina Line sobre o que está na...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto