- Publicidade -

Visit arnan.me
More

    Modelo Hassie Melvena: o “corpo” Perfeito

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

     

    Hassie Melvena é uma das modelos nacionais que tem varias alegrias ao nosso país, no que diz respeito ao mundo da moda. Depois de ter brilhado nas passerelles inglesas do “Fashion 4 Lives”, onde desfilou para várias marcas internacionais e, igualmente, para a estilista angolana Marite Jóia, a modelo pisa, uma vez mais,  passerelles além fronteiras. A modelo participa naquela que é considerada a maior Exposição de casamentos na África do Sul,  intitulada “The Wedding Expo”, a mais respeitada exibição no que toca a casamentos, com cerca de 300 expositores e 12 mil visitantes em apenas dois dias.


    Hassie Melvena
    tem contrato com a agência angolana Hadja Models e está confirmada para nove dos 13 shows que decorrem no edifício “Coca-Cola Dome” em Northgate, nos dias 9 e 10 de Abril. É conhecida pelas suas medidas perfeitas e várias vezes referida como o “corpo” por alguns estilistas conceituados do mercado nacional. A manequim pertence à mesma agência que formou a actual Miss Angola Leila Lopes. Pelo seu destaque a nível internacional ela conversa conosco com exclusividade, sobre Moda, beleza, Saúde e planos para Futuro. Siga a entrevista

     


    P.L: Há quanto tempo começou com a carreira de passarelas e o que exactamente a estimulou a ingressar nessa carreira?

    H.M: Há quatro anos. Não houve propriamente um estímulo. Tudo aconteceu de maneira natural. Um dia surgiu o convite para participar num desfile e depois disso fui fazendo uma coisa ou outra… E assim foi! (Risos)

    Sempre gostei de moda, mas não fui exactamente atrás, simplesmente aconteceu… Na altura certa, a seu tempo…

     


    a__hassieP.L: Os seus pais, ou pessoas achegadas, sempre confiaram no seu talento, ou teve que provar a alguém que era capaz?

    H.M: Eu acho que quando fazemos as coisas por gostar e não atropelamos os que nos são próximos está sempre tudo bem! Não tive que provar nunca nada à ninguém, tive alguns desafios, o que é normal quando queremos a crescer. É assim que funciona tudo na vida tanto na relação que temos com as pessoas, como na nossa carreira. É um processo natural e inevitável, próprio da vida, e eu enfrentei esses desafios e procurei aprender com eles e aprendo até hoje, desafio-me a ser melhor, mas acho que tenho aquela “ciobinha” dentro de mim que me faz ser boa no que faço!

    P.L: Qual foi a sua primeira impressão do mundo da moda?

    H.M: (Risos) Sempre tive muito ligada à ele, quer seja por revistas, ou televisão. Não foi algo que aconteceu de repente na minha vida, ou algo de que eu não soubesse nada sobre o assunto… Na verdade a moda nunca foi uma novidade… Mas foi um pouco difícil porque apesar de tudo era muito tímida, e moda e timidez não combinam em nada (Risos)

    Portanto não sei se houve uma primeira impressão porque quando comecei a fazer trabalhos já me sentia como se sempre tivesse pertencido àquele ambiente.

    P.L : Como é a vida de modelo?

    H.M: Boa e má! Aprendemos que se queremos ser bem sucedidos temos que saber correr atrás. Não é tão fácil como as pessoas e até os modelos, inicialmente, possam pensar. É como em qualquer outro trabalho em que se queremos crescer precisamos de empenho, requer dedicação, ganhar experiência, melhorarmos e aprendermos há cada dia, exige disciplina, exige disponibilidade, exige disposição e uma série de requisitos sem os quais é impossível que haja crescimento. As pessoas, algumas vezes, acabam por ver a moda como um mundo de futilidade e de pessoas vazias, mas a verdade é que pode até ser mais exigente que outros empregos porque para além dos factores todos que já citei no mundo da H.M: moda exige o dobro da competição. Todos os dias temos que provar que somos e que estamos entre os melhores. Porque é com os melhores que os produtores de eventos, as revistas, os estilistas, os fotógrafos, as marcas e produtoras de campanhas querem trabalhar. Mesmo quando aparecem novos talentos, o mercado é implacável e quer-se trabalhar com os melhores entre os novos talentos. Todos os dias aparecem pessoas novas e temos que, ao longo dos anos, nos manter no auge da nossa forma física, ter uma boa pele constantemente, ter os cabelos saudáveis, um look actual e moderno. Enfim… Estarmos sempre “no point”. Uma das coisas mais duras é também abrir a mente e saber levar um não e acreditem que para quem se esforça diariamente para estar no seu melhor isso exige muito jogo de cintura!!!

     

     

     

     

     


    P.L : E qual é a parte mais incrível de estar “modelando”?

    H.M: São as experiências que este mundo nos proporciona. Momentos, lembranças, pessoas que não esquecemos jamais. Graças a moda já visitei países, já vesti e vendi roupas lindas que seriam o sonho de qualquer mulher vesti-las. Os momentos nos bastidores e o sentimento de estar em cima de uma passerelle a fazer-se o que se gosta. As amizades e conhecimentos que vamos ganhando com o passar do tempo. as fotografias que fazemos e guardamos para o resto das nossas vidas… Enfim! Existem muitas partes que considero incríveis neste universo que é a moda.

     


    P.L : Que modelo te inspira?

    H.M: Gosto muito da TOP Alessandra Ambrósio.

    P.L : Quais são os seus designers ou marcas favoritas?

    H.M: Valentino, Victória’s Secrets, David Tlale.

    P.L : Que momento da sua carreira vai ficar para sempre na sua memória:

    H.M: Acho que todos, foram todos muito especiais e divertidos de fazer, apesar da tensão… (Risos)

    P.L : E os estudos?

    H.M: Estou a sair-me muito bem com eles. Acabei de formar-me em economia… Está tudo a correr bem! (Risos)

     

     

     


    P.L Em criança o que queria ser?


    H.M: Eu queria ser de tudo desde médica à estilista, gestora de uma grande empresa, sonhar sempre foi o meu forte 😀


     P.L  Motivo de arrependimento?


    H.M: Só me arrependo das coisas que não faço…

    P.L : Se traísse, contava?

    P.L : Provavelmente. Mesmo que não quisesse, mentir é um dom que eu não desenvolvi muito bem! (Risos)

    P.L : Se fosse traída, queria saber?

    H.M: Sempre. Acho que gosto de saber exactamente com quem estou envolvida e traição, por vezes, pode-nos dizer se podemos confiar em alguém ou não, se ele está disposto à sacrificar-se para manter essa relação ou não, então sim! (Risos)

     

    By_Kelliane_Chandler_3

    P.L : Como foi o primeiro beijo?


    Normal! Não vi estrelas nem nada do género, (Risos). Foi normal, certifiquei-me que seria com alguém que era muito especial para mim!

     


    P.L : Qual a parte do corpo de que mais gosta?


    Gosto dele todo. Não estou bem certa se haverá alguma parte de que goste mais! Dou especial atenção à cara, cabelo,mãos e pés, mas gosto do conjunto! (Risos)


    P.L : O que dizer do portal Platina Line?


    H.M: Força! Que continuem com o óptimo trabalho, que a Hadja Models está aqui a torcer por vocês em peso!! 😉

    Share this
    Tags

    A Bombar

    TAAG põe fim a acordo com Hi-Fly e volta a assegurar na totalidade voos Luanda-Lisboa

    No seguimento do plano de manutenção e recuperação da frota e, no sentido de responder melhor às necessidades do mercado e a estratégia de...

    Hildebrando de Melo na 15º Bienal de Havana em Cuba

    A 15ª Bienal de Havana, que ocorrerá de 15 de novembro de 2024 a 28 de fevereiro de 2025, contará com a presença do...

    Florêncio Handanga homenageia legado musical do pai com lançamento de “Ya papa”

    Florêncio Handanga, filho do saudoso músico Justino Handanga, irá lançar uma nova música intitulada “Ya papa” no próximo dia 18 de Maio, como uma...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto