- Publicidade -

More

    Moderna, divertida e lúdica, vinheta de ‘Orgulho e Paixão’ apresenta as personalidades singulares das protagonistas da trama

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Na mais recente novela da Globo, ‘Orgulho e Paixão’, a personalidade singular das mulheres– especialmente das irmãs Benedito – é um dos grandes destaques da trama. E as características marcantes de cada uma delas também são destaque da vinheta de abertura da novela de Marcos Bernstein, apresentadas através de animações que remetem ao trabalho de pintura a mão e embaladas pela canção “Doce Companhia”, na voz da actriz Lucy Alves. “É uma música super leve, que traz essa sensação boa do que o amor nos causa. Estou honrada por poder estar todos os dias na casa das pessoas”, afirmou a cantora e actriz.

    A realização deste trabalho durou cerca de três meses e as referências de linguagem usadas vieram do universo de filmes e livros de Jane Austen – que é a inspiração do autor da trama  – e de duas animadoras, a inglesa Joanna Quinn e a brasileira Rosana Urbes. Os desenhos foram inspirados no trabalho do pintor francês Toulouse Lautrec. De acordo com Alexandre Romano, diretor de arte da Globo e um dos responsáveis pela criação da abertura, o estilo do artista reflete bem a elegância constante em toda a arte da novela, que se passa no fictício Vale do Café, interior de São Paulo, no início do século XX.

    Apesar de ser uma história de época, a novela aborda assuntos contemporâneos. Assim, o grafismo, também marcante no trabalho de Lautrec, foi um recurso utilizado para não perder a modernidade. Na produção há também muito romantismo e feminilidade.  “Pensamos em representar a leveza e a jovialidade da história das protagonistas, com um tom suave, gracioso e divertido, como o da história de cada uma. Usamos a animação tradicional em 2D, mas com movimento e dinamismo contemporâneo, como o clima da novela. Para a animação, nos inspiramos no traço irregular de cores suaves das ilustrações de Toulouse Lautrec. Seu minimalismo expressivo traz para abertura um estilo elegante e gráfico como seus cartazes clássicos. E também pegamos várias referências da própria história e da direção do Fred Marynk”, detalha Alexandre Romano.

     Abaixo, confira alguns materiais sobre o trabalho:

     

    ·         Vinheta completa: https://www.youtube.com/watch?v=zhhDMNUZan8

     

    ·         Trilha Sonora, na voz de Lucy Alves: https://youtu.be/F0aHU7qTTlc

     

    ·         Making off da vinhetahttps://youtu.be/ZZZY-mrgFVI

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Primeira loja da marca oficial Cavalinho inaugurada em Luanda

    A marca “Cavalinho” inaugurou, nesta Quinta-feira (11), em Luanda, no Distrito Urbano do Benfica, a sua primeira loja de acessórios de moda e artigos...

    Presidente João Lourenço e Ana Dias irradiam simpatia na 10ª edição dos Prémios SIRIUS

    O Presidente João Lourenço e a Primeira Dama, Ana Dias, foram os destaques da noite durante a gala da 10ª edição dos Prémios SIRIUS....

    Reverendo angolano Paulo de Carvalho recebe certificado de Mérito pela Universidade de Oxford

    Por: Sara Rodrigues Mais um angolano a elevar o nome de Angola e a ganhar destaque lá fora. Trata-se de Paulo de Carvalho da Conceição,...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto