- Publicidade -

Visit arnan.me
More

    Morde & Assopra vai mostrar Japão antes do terremoto

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Ricardo Yamamoto/Globo

    A próxima novela das 19h da Globo, Morde & Assopra, terá um enredo que envolve o Japão. Muitas das cenas iniciais da trama foram gravadas no país devastado recentemente por terremotos e tsunamis.

    A  novela vai mostrar muitos cenários japoneses, principalmente de Tóquio, como o jardim do Palácio Imperial, o tradicional bairro de Akihabara e o restaurante Majestic, que fica no 41º andar de um prédio na região da baía de Tóquio, com uma vista privilegiada da cidade. A equipe ficou 15 dias no país, no fim de 2010.

    Essa divulgação do país oriental aparece em um momento muito crítico para os japoneses, devido à tragédia da última sexta-feira (10). A situação no país é caótica, e o mundo inteiro assiste às consequências do terror natural, como as destruições e milhares de mortes.

    Porém, o Japão que surgirá na trama de Carrasco é anterior a este cenário. O folhetim vai mostrar a cultura milenar e a sua beleza.

    A estudante Larissa Fabião, telespectadora assídua das tramas da 19h, apoia a escolha do destino para a trama.

    – Gosto muito quando as novelas se passam em países diferentes. Podemos conhecer um pouco sobre outras culturas, ainda mais agora que o Japão está passando por esse momento difícil. A teledramaturgia faz com que os olhos de vários brasileiros se voltem para o Japão, e assim com que eles se interessem em ajudar o país.

    Integrantes da comunidade japonesa no Brasil têm o mesmo pensamento em relação a Morde & Assopra.

    É o caso da nissei (neta de japoneses) Gabriela Myagui, que apoia a divulgação do Japão, principalmente depois dos desastres no local.

    – As pessoas devem estar curiosas para saber mais informações sobre o Japão, já que ele é agora o centro das atenções. É importante mostrarem o lado bonito e civilizado deste país tão diferente do Brasil, pois muitos não têm noção como o país é sofisticado e cheio de cultura.

    Os atores da trama têm boas lembranças das gravaçõs no Japão, como Adriana Esteves, que filmou no Monte Fuji.

    – É um lugar mágico, incrível!

    Mateus Solano parece concordar.

    -No Japão, você entra em uma luta com o seu corpo [por conta do fuso], mas depois se acostuma e se apaixona pelo lugar. É simplesmente impressionante.

    Paulinho Vilhena, por sua vez, faz uma observação sobre a força e persistência do Japão, que é de extrema relevância na situação atual.

    – Sempre tive o sonho de conhecer o Japão. É um país que já passou por muitas dificuldades e sempre soube se reconstruir.

    Um fato curioso é que, em um dos capítulos iniciais, a paleontóloga Júlia, personagem de Adriana Esteves, é vítima de um terremoto em solo japones, o que a faz perder suas escavações.

    Walcyr Carrasco, o autor de Morde & Assopra, divulgou em seu twitter que previu o terremoto no Japão e, por isso,  o inseriu em sua novela.

    – O terremoto na novela é fortíssimo.

    Ricardo Yamamoto/Globo

    A próxima novela das 19h da Globo, Morde & Assopra, terá um enredo que envolve o Japão. Muitas das cenas iniciais da trama foram gravadas no país devastado recentemente por terremotos e tsunamis.

    A  novela vai mostrar muitos cenários japoneses, principalmente de Tóquio, como o jardim do Palácio Imperial, o tradicional bairro de Akihabara e o restaurante Majestic, que fica no 41º andar de um prédio na região da baía de Tóquio, com uma vista privilegiada da cidade. A equipe ficou 15 dias no país, no fim de 2010.

    Essa divulgação do país oriental aparece em um momento muito crítico para os japoneses, devido à tragédia da última sexta-feira (10). A situação no país é caótica, e o mundo inteiro assiste às consequências do terror natural, como as destruições e milhares de mortes.

    Porém, o Japão que surgirá na trama de Carrasco é anterior a este cenário. O folhetim vai mostrar a cultura milenar e a sua beleza.

    A estudante Larissa Fabião, telespectadora assídua das tramas da 19h, apoia a escolha do destino para a trama.

    – Gosto muito quando as novelas se passam em países diferentes. Podemos conhecer um pouco sobre outras culturas, ainda mais agora que o Japão está passando por esse momento difícil. A teledramaturgia faz com que os olhos de vários brasileiros se voltem para o Japão, e assim com que eles se interessem em ajudar o país.

    Integrantes da comunidade japonesa no Brasil têm o mesmo pensamento em relação a Morde & Assopra.

    É o caso da nissei (neta de japoneses) Gabriela Myagui, que apoia a divulgação do Japão, principalmente depois dos desastres no local.

    – As pessoas devem estar curiosas para saber mais informações sobre o Japão, já que ele é agora o centro das atenções. É importante mostrarem o lado bonito e civilizado deste país tão diferente do Brasil, pois muitos não têm noção como o país é sofisticado e cheio de cultura.

    Os atores da trama têm boas lembranças das gravaçõs no Japão, como Adriana Esteves, que filmou no Monte Fuji.

    – É um lugar mágico, incrível!

    Mateus Solano parece concordar.

    -No Japão, você entra em uma luta com o seu corpo [por conta do fuso], mas depois se acostuma e se apaixona pelo lugar. É simplesmente impressionante.

    Paulinho Vilhena, por sua vez, faz uma observação sobre a força e persistência do Japão, que é de extrema relevância na situação atual.

    – Sempre tive o sonho de conhecer o Japão. É um país que já passou por muitas dificuldades e sempre soube se reconstruir.

    Um fato curioso é que, em um dos capítulos iniciais, a paleontóloga Júlia, personagem de Adriana Esteves, é vítima de um terremoto em solo japones, o que a faz perder suas escavações.

    Walcyr Carrasco, o autor de Morde & Assopra, divulgou em seu twitter que previu o terremoto no Japão e, por isso,  o inseriu em sua novela.

    – O terremoto na novela é fortíssimo.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Restos mortais de Ângelo Victoriano repousam na Santa Ana

    Os restos mortais do antigo basquetebolista Ângelo Victoriano repousam, desde hoje, quarta-feira, no cemitério do Santa Ana, em Luanda. Ângelo Victoriano, o segundo angolano a...

    Coca-Cola e Química Verde levam água potável à província do Bengo com Biofiltros

    Por Sara Rodrigues Fotógrafo: Joaquim Manuel A Coca-Cola, em parceria com a Química Verde, implementou nesta quarta-feira, 17 de abril, uma iniciativa para proporcionar água potável...

    “O mundo não aprecia coitados nem perdedores”, diz Teresa Sara

    A atual Miss Angola Internacional, Teresa Sara, deixou um conselho para as jovens que a veem como modelo. Em sua abordagem, aconselhou-as a lutar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto