- Publicidade -

More

    Apple e Adobe unem forças para processar pirata de software

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Empresas entraram com processo contra usuário que vendia softwares roubados por páginas no Craiglist.

     

     

     

    A Apple e a Adobe se juntaram com mais duas empresas menores, responsáveis pelos softwares Autodesk e Rosetta Stone, para processar o usuário morador da Flórida Edy Jean Dollisme, por vender programas piratas pelo site Craiglist. Dollisme seria o responsável pelo site “Ultimate PC Repairs”.

    Em seu website, o americano vende mais de 80 softwares piratas diferentes na forma de “mídias gravadas em DVD+R e CD+R, com os nomes escritos com marcador”, afirmam as empresas. Entre os softwares vendidos estão o iLife, iWork, Final Cut e Snow Leopard, da Apple, o Creative Suite, Acrobat e Ilustrator, da Adobe, e os programas Rosetta Stone e Autodesk.

    Os programas podiam ser pagos via PayPal e eram entregues em partes do Sul da Flórida. Outras empresas que também tiveram softwares pirateados, como o Microsoft Office, não quiseram se envolver no processo. As companhias unidas pedem o fechamento do site “Ultimate PC Repairs”.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Dom Caetano aborda dissabores com Carina Santos: “Se a cópia não convence, a música se esquece”

    Dom Caetano, com sua sólida argumentação, detalhou os dissabores que enfrentou com a artista Carina Santos devido à reprodução da música intitulada “Sou angolano”,...

    Banco BCS lança o seu primeiro fundo de investimento

    O Banco BCS, arrancou ontem com a subscrição de um fundo fechado especial de investimento em valores mobiliários, no valor global de 5.000.000.000 Kz. Destinado...

    Angola ocupa 4.ª posição no Ranking Africano de Futsal

    Por Helder Lourenço Após a recente realização do CAN`2024, em Rabat, Marrocos, Angola se destaca ao conquistar a quarta posição no ranking da Confederação Africana...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto