- Publicidade -

More

    Músico BZB fala da sua carreira artística: “A minha paixão pela música não surgiu, sinto que nasci com ela”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Nelma Inglês

    O músico BZB, artista com uma forma peculiar de cantar, autor do sucesso “Kizibeque”, esteve em entrevista ao nosso portal, onde falou da sua trajectória musical e dos seus novos projectos.

    Platina Line: Porquê da escolha do nome BZB e o que significa?

    BZB: BZB, porque comecei como “BZB”(a minha trilha) e achei por bem não mudá-lo em respeito ao espaço conquistado ainda no mundo do Hip Hop, significa “BELZEBUB”                 

    Platina Line: Como foi que surgiu a sua paixão pela música?

    BZB: A minha paixão pela música não surgiu, sinto que nasci com ela desde que me conheço como ser racional (risos).

    Platina Line: Há quanto tempo canta profissionalmente?

    BZB: Canto há quase 10 anos.

    Platina Line: Qual é o estilo que o BZB faz?

    BZB: Eu faço o que sinto e não propriamente um estilo, mas podemos caracterizar como World Music, embora viaje pelo Dance Hall, Raggae e outros sobre várias bases instrumentais e, de quando em vez, pelas batucadas do House Music.

    Platina Line: A que produtora pertence?

    BZB: O BZB faz parte da KAZUKUTA Records

    Platina Line: Qual é o artista angolano que tem como referência?

    BZB: “Artistas Angolanos”, cai bem melhor (risos), uma vez que pertencemos a uma vasta e nobre linhagem de artistas, dos quais tenho como referência o monstro Paulo Flores, David Zé, Bonga, Artur Nunes, Duo Ouro Negro, Waldemar Bastos, Irmãos Mingas (André Mingas e Rui Mingas), Walter Ananaz e outros.

    Platina Line: Quem o incentivou para começar a cantar?

    BZB: Comecei a escrever ainda miúdo e, se bem me lembro acho que foi nos anos 90 que comecei a cantar e o maior incentivo partiu mesmo de casa, mas sem dúvidas que foi o meu comparsa do Rap e falecido primo, Substância, quem me deu uma grande força.

    Platina Line: O quê que retrata nas suas músicas?

    BZB: As minhas canções retratam vivências, emoções, alegrias e dores refletidas no meu povo.

    Platina Line: De onde surge a sua inspiração para cantar de forma diferente dos outros artistas?

    BZB: Obrigado pelo reparo! (risos). Tudo me inspira, sobretudo memórias que o tempo não apaga, o quotidiano é a divina inspiração.

    Platina Line: Fale-nos dos seus projectos

    BZB: Tenho dois filhos sonoros, um nascido em Luanda de nome “BOBAKANA” e o outro nascido em Lisboa, Portugal, em 2015 de nome “LUANEGRA”. Hoje estou focado em temas novos, ainda sem intuito de lançar um novo álbum propriamente dito. Tenho dois singles prontos a sair ainda neste ano, o primeiro com título “Jejum”, conta com as participações de Paulo Flores e Bruno M, e o segundo, que sairá já com o videoclipe, fica por se revelar (Risos).

    Platina Line: Quais são as metas que pretende atingir?

    BZB: Alcançar os meus sonhos e viver deles.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto