- Publicidade -

More

    Nerika Quissanga reconhece crescimento do jornalismo angolano mas faz chamada de atenção sobre imparcialidade

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Arieth Silva
    Nerika Quissanga, que começou a dar os primeiros passos no mundo do Jornalismo aos seus 10 anos de idade, reconheceu que há uma evolução no jornalismo angolano e, no entanto, fez uma chamada de atenção aos profissionais da área sobre a questão da imparcialidade e a não propagação de falsas informações.
    Durante uma entrevista cedida ao PLATINALINE, Nerika ressaltou que as fases de evolução dos meios tecnológicos têm permitido com que os amantes da comunicação social pudessem exercer as suas actividades em várias plataformas digitais, por outro lado, alertou ao dever de exercer a actividade com veracidade.
    “Mas atenção, a todos os jornalistas, devemos sempre procurar coerência, factos, e não podemos ter partido a nada. Repostar factos é o que devemos fazer. No fake news!”, alertou.
    Nerika Quissanga, que actualmente está a residir na Rússia, contou que quando regressar a Angola pretende procurar exercer a sua actividade profissional em comunicação social e adaptar-se à realidade actual do país.
    Share this
    Tags

    A Bombar

    4ª edição dos “Prémios Tigra Nova Garra” reconhece 28 profissionais em diferentes áreas de actuação

    Os Prémios “Tigra Nova Garra” já fazem parte da agenda dos grandes eventos anuais que reconhecem talento, criatividade, esforço e compromisso social dos jovens...

    “Delero King cobra Taxa de 1 Milhão de Kz por Participação Musical”

    Na terça-feira, (23), teve lugar em Luanda a conferência de imprensa para anunciar os vencedores da 4ª edição dos “Prémios Tigra Nova Garra”, uma...

    Miguel Neto declara que denominação “música folclórica” é pejorativa para Angola e defende o termo “tradicional”

    O jornalista angolano Miguel Neto declarou, nesta Segunda-feira (22), durante a rubrica "Momento Cultural" do programa A Tarde é Nossa da TV Zimbo, que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto