- Publicidade -

More

    “Os Dias Eram Assim”, supersérie da Globo retrata como a vida das pessoas podem ser impactadas pelo contexto histórico em que vivem

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Acontecimentos brasileiros dos anos 70 e 80 são pano de fundo da trama que estreia na segunda, 24 de Abril.

    Um drama amoroso clássico, ambientado entre as décadas de 1970 e 1980, altura de grandes emoções e turbulência no Brasil e época de grandes artistas e intelectuais, que lutam por um país menos reprimido e conservador. Assim pode ser apresentada “Os Dias Eram Assim”, a nova supersérie da Globo que retrata a história de um grande amor que tem o seu caminho interrompido por esse contexto histórico conturbado e que estreia na Globo na próxima segunda-feira à noite, dia 24 de Abril.

    Renato (Renato Góes)
    Renato (Renato Góes)

    “A trama nasceu da vontade de contar uma história de amor forte como o tempo e apesar do tempo”, introduz a co-autora Ângela Chaves, sobre a relação dos protagonistas, afectada pelo contexto histórico. “Vamos acompanhar as suas vidas atravessando os anos de chumbo, passando pela amnistia política e chegando até à campanha pelas Directas já em 1984, ano em que a maior parte da trama se concentrará”, completa Alessandra Poggi, também autora.

    O casal Kiki (Natalia do Vale) e Arnaldo (Antonio Calloni)
    O casal Kiki (Natalia do Vale) e Arnaldo (Antonio Calloni)

    O ano é 1970, Rio de Janeiro. A revolução dos costumes a pleno vapor, facilmente notada no comprimento da minissaia dos brotos, e nos discursos libertários dos pasquins. Pelas ruas da cidade, a rapaziada também conduz outra revolução: nas provocações pintadas nos muros da cidade e nos gritos abafados contra a ditadura, a luta pela liberdade.

    E Alice Sampaio Pereira (Sophie Charlotte), estudante de Letras, e o jovem residente em Medicina Renato Reis (Renato Góes) carregam esse desejo em si. Ela, questionando o pensamento conservador da família, que quer limitar as mulheres ao papel de boa esposa e mãe; ele, acreditando que a sua forma de transformar o mundo é pela vocação de cuidar do outro, independentemente de ideologias, quando os seus caminhos se cruzam, os dilemas tomam outro significado numa história de amor: da ruptura inesperada, a impossibilidade de viver um sonho que é só dos dois.

    Gustavo (Gabriel Leone) e Cátia (Bárbara Reis)
    Gustavo (Gabriel Leone) e Cátia (Bárbara Reis)

    No confortável apartamento do industrial Arnaldo Sampaio Pereira (Antonio Calloni), em Ipanema, Alice nunca foi a filha favorita. Na verdade, a sua irmã mais nova, Nanda (Letícia Braga/Julia Dalavia), sempre se esforçou para merecer o título. A favor da aparente harmonia, prefere não contrariar os pais e coloca-se ao lado do patriarca, o poderoso dono da construtora Amianto, nas discussões familiares. Arnaldo é autoritário e acha que é com pulso firme que se mantém uma família unida.

    Evandro Teixeira fotografa ensaio em Santa Teresa
    Evandro Teixeira fotografa ensaio em Santa Teresa
    Alice (Sophie Charlotte) conhece Renato (Renato Góes)
    Alice (Sophie Charlotte) conhece Renato (Renato Góes)
    Share this
    Tags

    A Bombar

    2ª edição da Imersão “Mulher de Luz” promove espiritualidade feminina para empoderamento e autodescoberta

    A imersão "Mulher de Luz", um evento liderado pela renomada treinadora emocional e terapeuta espiritual, Laurinda Macedo, marcado para o dia 27 de Abril,...

    Angola Chora a Perda do Ícone do Basquetebol, Ângelo Victoriano

    Hoje, sábado, Luanda acorda envolta em tristeza pela partida do antigo capitão da Selecção Nacional de Basquetebol, Ângelo Victoriano, aos 55 anos, vítima de...

    Kwenda Magic estreia talent show nacional “O Caça-Talentos”

    O canal de televisão da DStv Kwenda Magic estreia no próximo dia 14 de abril, um novo programa na sua grelha, um talent show...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto