- Publicidade -

More

    Os limites do Bil “No Limite”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Os limites do Bil “No Limite”

    O jogador foi o escolhido para deixar o programa na noite de ontem (15) e revela para quem vai a sua torcida
    Arcrebiano mal teve tempo de se recuperar do ‘BBB21’ e já embarcou numa nova aventura – essa, ainda mais difícil. Não pelas provas de força e resistência, ou pela falta de conforto do acampamento, mas sim pelas restrições de alimentação que precisou encarar. “A comida sempre foi um limite para mim. Desde criança eu sempre comi muito e já sabia que esse seria o meu ponto fraco. Perdemos algumas provas e estávamos sem alimentos. Acho que a xepa do BBB seria o VIP do ‘No Limite’ (risos)”, brinca o eliminado.
     
    No programa de ontem, após a derrota da tribo Calango na Prova da Imunidade, o modelo e influenciador digital pediu os votos dos seus companheiros e, no Portal de Eliminação, foi o escolhido para deixar o reality. “Eu poderia ter aguentado um pouco mais, mas vi que o nosso grupo estava muito bem e preferi não atrapalhar o desempenho da tribo. Eu estava a me sentir muito fraco e chegar desse jeito nas provas é muito mal. Cada um tem o seu limite e o desafio do reality é justamente essa superação. E isso eu fiz. Me superei e saio bem feliz”, conta ele.
    Bil chegou a ser uma das grandes apostas do público por conta da sua força física, mas garante que os músculos não são essenciais no reality. “O físico nunca contou nesse programa, não é o mais importante. Se você tiver concentração, foco e psicológico bom, tem tudo para ir até a final”, pondera ele, que também cita o vento e a chuva como grandes desafios: “O frio era bem complicado. Os dias que choveram durante a noite foram muito difíceis. A nossa roupa ficava toda molhada e não tinha como se aquecer”.
    Sobre o clima de romance com a Carol, sua companheira da tribo, Arcrebiano garante que não passou de amizade. “Por incrível que pareça, não aconteceu nada. Foi carinho mesmo. Estou a ser shippado com o Brasil inteiro, mas estou solteiro”, conta, antes de declarar a sua torcida para a baiana. “Eu vou pela garra das mulheres que estão a representar  muito no programa e deixo a minha torcida para a Peixinho. Acho que o Viegas pode dar trabalho pela tribo Carcará e pode chegar na final, mas quem leva o prémio vai ser Calango. Sou calanguinho até o fim e quero ver a nossa dança na final”.
    Com a eliminação do Bil, o jogo volta a apertar para a tribo Calango, que avança com um competidor a menos. Na entrevista a seguir, o eliminado da semana comenta sobre os desafios que viveu no reality.
    Entrevista com Arcrebiano
     
    Qual foi o maior limite que você precisou enfrentar?
    A fome, com certeza. A comida sempre foi um limite para mim. Desde criança eu sempre comi muito e já sabia que esse seria o meu ponto fraco. Perdemos algumas provas e estávamos sem alimentos. Acho que a xepa do BBB seria o VIP do ‘No Limite’ (risos). Graças a Deus o Kaysar deu a ideia de comermos cactos porque poderia ter sido pior. Os cactos salvaram a maioria das vezes e era gostoso! Naquela situação ali, estava óptimo. O frio também era bem complicado. Os dias que choveram durante a noite foram muito difíceis. A nossa roupa ficava toda molhada e não tinha como se aquecer.
    Por que você pediu o voto dos seus companheiros da tribo? Arrependeu- se da sua escolha?
    Eu poderia ter aguentado um pouco mais, mas eu vi que o nosso grupo estava muito bem. E eu preferi não atrapalhar o desempenho da tribo. Eu estava a me sentir muito fraco e chegar assim na prova é muito péssimo. Dei o meu melhor. Cada um tem o seu limite e o desafio do reality é justamente essa superação. E isso eu fiz. Me superei e saio bem feliz. 
    O que é mais importante: a força física ou psicológica?
    O físico nunca contou nesse programa, não é o mais importante. Se você tiver concentração, foco e psicológico bom, tem tudo para ir até a final.
    Como você avalia o clima da tribo Calango? 
    Nós tentávamos manter um clima bom, mas era bem difícil com tudo o que estávamos a passar. Era um trabalho de equipa. Muitas  vezes em que nós, nos  estressamos, optamos por não falar nada para tentar manter essa sintonia e não levar um clima mal para as provas.
    E sobre o clima com a Carol? Aconteceu alguma coisa entre vocês?
    Por incrível que pareça, não aconteceu nada. Foi carinho mesmo. Estou a  ser shippado com o Brasil inteiro, mas estou solteiro!
    Para quem fica a sua torcida a partir de agora?
    Eu vou pela garra das mulheres que estão a representar muito no programa e deixo minha torcida para Carol. Acho que o Viegas pode dar trabalho pela tribo Carcará e pode chegar na final, mas quem leva o prémio vai ser Calango. Sou calanguinho até o fim e quero ver a nossa dança na final!
     
    O “No Limite” tem direcção artística de LP Simonetti e direcção geral de Angélica Campos, com apresentação de André Marques. O programa vai ao ar, no Globo HD, às terças e aos domingos, após Os “Dias Eram Assim”, às 22 horas e 5 minutos. O reality é mais uma parceria da Globo com a Endemol Shine Brasil, com base no “Survivor”, um formato original de sucesso.
     
     Pode ainda aceder aos conteúdos Globo em Angola através do Globo HD e Globo On, posições 10 e 72 da ZAP.
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Angola Chora a Perda do Ícone do Basquetebol, Ângelo Victoriano

    Hoje, sábado, Luanda acorda envolta em tristeza pela partida do antigo capitão da Selecção Nacional de Basquetebol, Ângelo Victoriano, aos 55 anos, vítima de...

    Kwenda Magic estreia talent show nacional “O Caça-Talentos”

    O canal de televisão da DStv Kwenda Magic estreia no próximo dia 14 de abril, um novo programa na sua grelha, um talent show...

    Unitel junta-se ao Programa de Estágio Profissional do INEFOP

    INEFOP e a UNITEL oficializaram a parceria estratégica por via da assinatura do Memorando de Entendimento para a promoção do desenvolvimento profissional dos jovens...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto