- Publicidade -

Visit arnan.me
More

    Pandemia já matou 3,72 milhões de pessoas no mundo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A pandemia de covid-19 matou, até hoje, pelo menos 3.723.381 pessoas no mundo desde o final de Dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias francesa AFP a partir de fontes oficiais. Covid-19: Pandemia já matou 3,72 milhões de pessoas no mundo

    Mais de 172.873.850 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia do SARS-CoV-2.

    Os números são baseados em relatórios diários das autoridades de saúde de cada país até às 11:00 em Lisboa, e excluem revisões posteriores de agências estatísticas, como ocorre na Rússia, Espanha e Reino Unido.

    A OMS estimou que, levando em consideração o excesso de mortalidade direta e indiretamente vinculado à covid-19, os resultados da pandemia podem ser duas a três vezes superiores aos registados oficialmente.

    No sábado, 10.020 novas mortes e 403.621 novos casos foram registados em todo o mundo.

    Os países que registaram o maior número de novas mortes em seus levantamentos mais recentes são a  Índia com 2.677 novas mortes, Brasil (1.689) e Colômbia (532).

    Os Estados Unidos são o país mais afectado em termos de mortes e casos, com 597.377 mortes para 33.357.240 casos registados, de acordo com o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins.

    Depois dos Estados Unidos, os países mais contaminados são o Brasil com 472.531 mortes e 16.907.425 casos, a Índia com 346.759 óbitos (28.809.399 casos), o México com 228.754 mortes (2.432.280 casos) e o Peru com 186.073 óbitos (1.980.391 casos).

    Entre os países mais atingidos, o Peru é o que apresenta o maior número de mortes em relação à sua população, com 564 óbitos por 100.000 habitantes, seguido pela Hungria (309), Bósnia-Herzegovina (286), República Checa (282) e Macedónia do Norte (261).

    A Europa totalizou hoje 1.141.892 mortos para 53.211.826 casos, a América Latina e Caribe (1.177.972  e 33.872.153 casos), os Estados Unidos e Canadá (623.083 falecidos e 34.748.020 casos), a Ásia (502.761 óbitos e 37.355.325 casos), Médio Oriente (144.520 mortos e 8.725.622 casos), a África (132.049 mortes e 4.911.526 casos) e a Oceania (1.104 mortos e 49.379 casos).

    O número de casos diagnosticados, no entanto, reflete apenas uma fração do total real dos contágios, com uma proporção significativa dos cas

    Pandemia já matou 3,72 milhões de pessoas no mundo

    A pandemia de covid-19 matou, até hoje, pelo menos 3.723.381 pessoas no mundo desde o final de Dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias francesa AFP a partir de fontes oficiais. Covid-19: Pandemia já matou 3,72 milhões de pessoas no mundo

    Mais de 172.873.850 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia do SARS-CoV-2.

    Os números são baseados em relatórios diários das autoridades de saúde de cada país até às 11:00 em Lisboa, e excluem revisões posteriores de agências estatísticas, como ocorre na Rússia, Espanha e Reino Unido.

    A OMS estimou que, levando em consideração o excesso de mortalidade direta e indiretamente vinculado à covid-19, os resultados da pandemia podem ser duas a três vezes superiores aos registados oficialmente.

    No sábado, 10.020 novas mortes e 403.621 novos casos foram registados em todo o mundo.

    Os países que registaram o maior número de novas mortes em seus levantamentos mais recentes são a  Índia com 2.677 novas mortes, Brasil (1.689) e Colômbia (532).

    Os Estados Unidos são o país mais afectado em termos de mortes e casos, com 597.377 mortes para 33.357.240 casos registados, de acordo com o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins.

    Depois dos Estados Unidos, os países mais contaminados são o Brasil com 472.531 mortes e 16.907.425 casos, a Índia com 346.759 óbitos (28.809.399 casos), o México com 228.754 mortes (2.432.280 casos) e o Peru com 186.073 óbitos (1.980.391 casos).

    Entre os países mais atingidos, o Peru é o que apresenta o maior número de mortes em relação à sua população, com 564 óbitos por 100.000 habitantes, seguido pela Hungria (309), Bósnia-Herzegovina (286), República Checa (282) e Macedónia do Norte (261).

    A Europa totalizou hoje 1.141.892 mortos para 53.211.826 casos, a América Latina e Caribe (1.177.972  e 33.872.153 casos), os Estados Unidos e Canadá (623.083 falecidos e 34.748.020 casos), a Ásia (502.761 óbitos e 37.355.325 casos), Médio Oriente (144.520 mortos e 8.725.622 casos), a África (132.049 mortes e 4.911.526 casos) e a Oceania (1.104 mortos e 49.379 casos).

    O número de casos diagnosticados, no entanto, reflete apenas uma fração do total real dos contágios, com uma proporção significativa dos casos menos graves ou assintomáticos não detetados.

    Esta avaliação foi realizada com base em dados recolhidos pela AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial de Saúde.

    os menos graves ou assintomáticos não detetados.

    Esta avaliação foi realizada com base em dados recolhidos pela AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial de Saúde.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    “Mulher detida em Luanda após acumular dívida milionária em hotel de luxo

    Uma mulher de 36 anos assumiu uma identidade falsa de empresária e se hospedou em um hotel de luxo na região do litoral sul...

    “SIC desmantela rede de falsificação de dólares provenientes da RDC em Angola”

    O Serviço de Investigação Criminal (SIC) desmantelou uma rede de indivíduos angolanos que colaboravam com estrangeiros para introduzir dólares falsificados no país, provenientes da...

    Pinóquio: A Verdadeira História” traz emoção e diversão a 31 de Maio no ZAP Cinemas

    Luanda, 23 de Maio de 2024 – A emocionante estreia de "Pinóquio, a História Verdadeira" no ZAP Cinemas traz uma nova e divertida abordagem...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto