- Publicidade -
Início* MundoA partir de Julho, já será possível levantar dinheiro no ATM sem...

A partir de Julho, já será possível levantar dinheiro no ATM sem cartão multicaixa

- Publicidade -

A rede interbancária angolana vai permitir, a partir de Julho, o levantamento de dinheiro nas caixas ATM sem necessidade de cartão multicaixa, funcionalidade em fase final de implementação, informou a empresa EMIS.

A implementação deste serviço, permitindo o levantamento de dinheiro na rede multicaixa com recurso apenas a um telemóvel, surge depois da aprovação, a 22 de Fevereiro, em reunião do Conselho de Ministros, da estratégia do sistema de pagamentos móveis.

Em declarações à imprensa no final da reunião, o ministro das Telecomunicações de Angola, José Carvalho da Rocha, disse que o decreto presidencial que viabiliza o sistema de pagamentos móveis de Angola foi aprovado com o objectivo de se colocar à disposição da população mais um sistema de pagamento assente nas redes de telemóveis.

De acordo com informação da Empresa Interbancária de Serviços (EMIS), este novo sistema consiste na selecção do envio de dinheiro de um utilizador para outro, recorrendo à rede multicaixa, em que apenas o primeiro tem de ter conta bancária, na qual será debitado o valor da transferência.

A operação obrigará à introdução do número do telemóvel do destinatário da transferência, que, posteriormente, receberá um código da EMIS com o qual poderá concretizar o levantamento da quantia enviada electronicamente, sem necessidade de conta bancária ou cartão multicaixa.

A EMIS, que gere toda a rede interbancária angolana, terminais ATM e de pagamento, garantiu que o sistema deverá estar operacional até ao início do terceiro trimestre deste ano, aguardando apenas a regulamentação por parte do BNA.

Em Fevereiro, o ministro das Telecomunicações de Angola assegurou que será possível a todos os “detentores de um telemóvel” fazer “algumas transacções, usando o dinheiro electrónico que há de vir”. “Com isto, queremos também ajudar a consciencialização da população, ajudar à redução do dinheiro físico e permitir com que, nas suas transacções, as pessoas cada vez mais usem dinheiro electrónico, tal como já se faz em muitas regiões e em muitos países africanos,” referiu José Carvalho da Rocha.

Os clientes dos bancos angolanos realizaram 113 milhões de levantamentos em caixas automáticas em 2016, um novo máximo anual, chegando a quase 22 milhões de euros diários, segundo dados da EMIS a que a Lusa noticiou anteriormente.

O número de levantamentos ultrapassou assim o pico anterior, de 100,7 milhões de levantamentos, em 2015. Os 113.073.770 levantamentos contabilizados na rede multicaixa angolana em todo o ano de 2016 traduziram-se em 1,406 bilhões de Kwanzas, praticamente oito mil milhões de euros, o equivalente a 21,7 milhões de euros por dia.

A rede angolana era constituída no final de 2016 por 2.911 terminais distribuídos por todo o país, um aumento de 135 multicaixas em apenas um ano. O total de operações financeiras processadas pelos multicaixas (como levantamentos, transferências e pagamentos) aumentou em 2016 para 2,168 bilhões de Kwanzas (12,3 mil milhões de euros). O total de cartões multicaixa activos voltou também a bater novo máximo, chegando às 2.294.415.

- Publicidade -spot_img
Mais recentes
Artigos relacionados
- Publicidade -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments