- Publicidade -

More

    Pela 3ª vez Angola assume a Presidência Rotativa da SADC

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    É óbvio que o contexto é outro, os desafios são outros, as exigências parecem não ter limites, mas as oportunidades certamente estão à vista e podem ser alcançadas por qualquer indivíduo e ou instituição. Só não vê, quem não quer. O universo de desafios e oportunidades do corredor do lobito, o Projecto KAZA (Okavango Zambeze), os projectos turísticos fundamentalmente no sul do país, a aceleração das trocas comerciais por via aérea (novo aeroporto internacional), os vários portos, os caminhos-de-ferro, mas também a troca de experiência e transferência de conhecimentos e tecnologias, podem e devem ser impulsionadas com a presidência de Angola na SADC.

    Mas para o efeito, o domínio da língua inglesa, além de outros factores, será necessário que os cidadãos e instituições estejam preparados para observar, identificar e aproveitar as várias oportunidades que a SADC e a presidência rotativa de Angola deverão oferecer ao país, aos cidadãos, às famílias e às organizações.

    A escolha do lema “Capital humano e financeiro: Os principais factores para a industrialização sustentável da região da SADC”, pela República de Angola não deriva de mero acaso, mas sim, dos principais desafios e oportunidades que o país pretende alcançar, por via da estratégia e plano de acção da presidência já aprovados, e indica bem o que se espera dos cidadãos, das famílias e das instituições.

    Em termos de tecnologias de informação, abre-se uma excelente oportunidade para vender alguns serviços do Angosat 2, uma aposta do Executivo para diminuir a exclusão digital de Angola e do continente, permitindo expandir serviços de telecomunicações às zonas mais recônditas do país a preços competitivos.

    Ao assumir a Presidência Rotativa da SADC 2023 – 2024, Angola, terá a oportunidade de melhor dar visibilidade às suas potencialidades nos mais variados sectores, impulsioná-las, desenvolvê-las, bem como buscar o que de melhor há nos estados membros da organização. Sectores como a agricultura, pecuária, turismo, mas também a investigação e ensino, têm assim uma grande oportunidade de dinamização.

    No período de 8 a 17 de Agosto de 2023, a capital angolana, Luanda, torna-se no centro das discussões dos temas, assuntos e acções ligadas à SADC, que deverá realizar no dia 17 de Agosto a 43ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo.

    Tendo assumido a Presidência Rotativa da SADC em 2022 e em 2011, Angola é membro fundador da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) e partilha em conjunto com outros Estados uma série de objectivos e estratégias comuns, mas não só, visando a melhoria das condições de vida das populações de todos os estados membros.

    A SADC é uma organização inter-governamental criada em 1992 e dedicada à cooperação e integração sócio-económica, bem como à cooperação em matérias de política e segurança.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Músico Samuel Clássico viaja pelo país para eleva EP Afro-sulano

    De acordo com uma nota chegada ao PLATINALINE nesta Segunda-feira(24), o reconhecido músico angolano Samuel Clássico tem estado a viajar por todas as províncias...

    Dog Murras reúne amigos e artistas para almoço solidário em casa de Sebem

    Diz-se que a amizade é um dos pilares mais essenciais da nossa vida, e que os amigos são tesouros que encontramos ao longo do...

    Ndaka Yo Wiñi diz que a música é um alimento parte da espiritualidade e alerta cuidado com que se consome

    Por: Nunes Hebo O artista angolano Ndaka Yo Wiñi alertou, recentemente em entrevista ao programa “Platinando”, da Platina Fm (96.8), a necessidade de se ter...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto