- Publicidade -

More

    Pela quarta vez nos AFRIMMA, Manuel Kanza fala sobre desvalorização do seu trabalho em Angola

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Livano Domingos
    O coreógrafo angolano Manuel Kanza, que engloba na lista de nomeação da 9ª edição da grande gala de premiação musical do continente berço “African Muzik Magazine Awards 2022”, na categoria Best African Dancer, cujo evento acontece no dia 19 de Novembro, nos Estados Unidos, manifestou a satisfação de participar pela quarta vez no projecto que consiste em promover a música africana.
    Na conversa mantida com a redacção do PLATINALINE, o coreógrafo expressa que apesar do interregno por conta da Covid-19, pois viu-se impossibilitado de viajar, não deixou de trabalhar, pormenor que fez com que o mundo conhecesse ainda mais o seu trabalho.
    “Ser nomeado num projecto tão grande em que constam nomes como Davido é uma honra. Teve uma performance dos AFRIMMA que me pediram para apresentar unir alguns dançarinos angolanos e americanos e fizemos um show. Por acaso, quando fiz aquilo muitos pensaram que iria vencer, porque fizemos uma performance e acreditamos que Angola tem uma dança muito rica, porém o que nos faz perder as esperanças é que os países de língua oficial inglesa têm mais vantagem em relação a nós”, disse Manuel, realçando não acreditar que vença a categoria em que está nomeado, sublinhando que nada tem a ver com falta de capacidade ou confiança, mas porque existem itens fundamentais na base do concurso. “Estar entre os nomeados para mim significa muito”
    Kanza lamentou o facto de não existirem concursos que premeiam ou valorizam os trabalhos bailarinos. “Infelizmente não temos tido àquelas nomeações em grande escala daquelas que se faz no país, vai levar um tempo até eles começarem a acreditar que realmente a dança também é importante, eu acho e sinto que tenho mais reconhecimento em nomeações fora de Angola”, lamentou.
    De frisar que, os troféus dos prémios All Africa Music Awards (Afrima) é uma parceria com a Comissão da União Africana, numa plataforma inovadora de prémios que recompensa a excelência na indústria musical africana e mostra a singularidade cultural e de entretenimento de África para o mundo.
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto