Por: Stella Cortez

Com apenas 26 anos de idade, Nelson Maveco, com base nas suas habilidades e competências profissionais, foi seleccionado para integrar a “Capgemini”, empresa multinacional francesa, entre as maiores fornecedoras de serviço de consultoria, tecnologia e outsourcing do mundo.

O jovem angolano é natural de Cabinda, licenciado em apoio à Construção e Tecnologia de Instalações de Engenharia Mecânica na Universidade Nacional de Pesquisas Tecnológicas “MISIS”, na Federação Russa, mestre em Direcção e Administração de Empresas pela Universidade Camilo José́ Cela de Madrid,

Residente na Polónia, Nelson que traz um currículo académico com cerca de 36 variados cursos entre as áreas de finanças, gestão, administração e mecânica, falou em entrevista ao PLATINALINE sobre a satisfação e os benefícios que este contrato trará para o seu percurso profissional.

“Na verdade, sinto-me muito honrado, uma vez que não foi nada fácil ingressar para esta Multinacional. Todos os dias, acredito que poderei obter muitos conhecimentos, obviamente que novos desafios poderei enfrentar, porque estarei com pessoas de status sociais diferentes, e ainda sabendo que poderei subir a outros níveis, dependendo do meu desempenho, é algo genial. Oportunidades como a mudança de função são algumas das maiores motivações”, contou, emocionado.

Interrogado sobre os benefícios do contrato, o poliglota que fluentemente fala Português, Inglês, Russo, Espanhol e Polaco, respondeu:

“São enormes, mas um deles é o facto de saber que poderei adquirir muitos conhecimentos com o resto dos colegas, e também os pacotes de bem-estar e linha de apoio StayWell e etc… são outros dos inúmeros benefícios”, sublinhou.

Para este ano, Nelson informou que pretende dar início ao segundo mestrado ou ao primeiro doutoramento, detalhe este que ainda está por definir, todavia, acrescentou que qualquer formação feita por si será paga pela Capgemini.