Projeto de escritor luso-brasileiro chama a atenção da imprensa americana

0
120

Fabiano de Abreu criou o projeto ‘Conhecimento para todos’, 5 livros sobre comportamentos e hábitos para uma melhor saúde mental escritos no confinamento, gratuitos, para o bem estar social

Fabiano de Abreu é um escritor, neurocientista, neuropsicólogo, psicanalista, filósofo e jornalista luso-brasileiro. Seu projeto ‘Conhecimento para todos’ chamou a atenção da imprensa brasileira, portuguesa, angolana através do Platina Line e também da imprensa americana.

Logo no início da pandemia, o neurocientista preocupado com a saúde mental da população, dedicou parte do seu tempo para escrever livros relacionados ao comportamento humano e hábitos que apontam as falhas e como ter comportamentos que ajudem em uma melhor saúde mental, confira o que disse o escritor.

“Quando o vírus ainda era uma epidemia, pensei na possibilidade de se tornar uma pandemia na forma que decorriam os casos. Independente do risco, o mundo atual não está preparado para este tipo de repercussão que mexe com o nosso instinto de sobrevivência já que, este está doente. Somos demasiado ansiosos pois utilizamos nossa viciante dopamina, neurotransmissor da recompensa, com inúmeras metas de curto prazo que criamos que vai além da nossa sobrevivência.”

Abreu detalha a sua atitude como uma ação pela própria sobrevivência.

” Ao escrever os livros, uso a minha ansiedade para a minha própria saúde mental com a recompensa de estar contribuindo para a saúde mental de muitos. Não só pelo conteúdo dos livros onde detalho comportamentos falhos e hábitos que podemos praticar para um melhor bem estar. Como também o leitor estará fazendo a neuroplasticidade cerebral no ato da leitura e do conhecimento que é a melhor das ginásticas cerebrais para liberar mensageiros químicos da felicidade e do bem estar no cérebro, assim como usar a ansiedade ocupando o tempo com conexões positivas. O conhecimento também é bom para uma melhor posição social.”

Abreu ainda indica que a ação de dar os livros como prenda, é uma ação de utilidade civil.

” O maior lucro e riqueza que eu posso ter em presentear os livros, é a recompensa de utilidade, para fazer jus a minha existência na terra com algo que agregue. E também se a sociedade está bem, estarei bem também. Somos um comboio social, se muitos estão infelizes, viveremos em uma atmosfera infeliz, logo estaremos infelizes.”

O projeto chamou a atenção da imprensa portuguesa e angolana, já que os textos são em português. Mas um correspondente estadunidense admirado com o projeto, publicou em grandes veículos de imprensa naquele país como o Broadway World, entre outros.

” Escrevi pensando na lusofonia, alguns jornalistas gostaram e propagaram. O bom desta propagação na imprensa é chegar e ajudar mais pessoas. A valorização não é igual em todos os países, mas me surpreendeu a divulgação nos Estados Unidos já que os livros não estão em inglês e desde já, vou traduzir o meu último livro para inglês assim como o grande livro (para mim) de inteligência que vou lançar este ano.”

Para ter acesso aos livros, envie uma mensagem para o escritor através da sua rede social @fabianodeabreuoficial, página do Facebook e Instagram para o procedimento de envio dos livros digitais.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments